Troféu Mesa Redonda premia os melhores do Brasileirão 2017

 

Neste domingo (10), a Gazeta transmitiu a entrega de seu principal prêmio esportivo, o Troféu Mesa Redonda. Em sua 14ª edição a entrega foi comandada mais uma vez por Flavio Prado e Michelle Giannela, a seleção do campeonato contou com maioria corintiana. Hernanes do São Paulo foi considerado o melhor jogador da competição.

 


Foto: SERGIO BARZAGHI/Gazeta Press

 

Considerado pelos boleiros um dos prêmios mais importantes do Futebol Brasileiro, o Troféu Mesa Redonda reuni jornalistas e telespectadores para eleger os melhores jogadores em cada posição, o melhor técnico, a revelação do campeonato, e o destaque da competição, além de homenagear grandes figuras do esporte.

 

A seleção da Gazeta contou com Cássio no gol; Fagner na lateral direita ambos do campeão brasileiro, na lateral esquerdo o prêmio ficou com Diego Barbosa que defendeu o Cruzeiro durante este campeonato e na próxima temporada jogará pelo Palmeiras; A zaga foi alvinegra com Pablo e Balbuena; O meio-campo contou com o também corintiano Gabriel; com Bruno Silva do Botafogo; Moisés do Palmeiras e Hernanes do São Paulo; Já o ataque escolhido foi composto por Bruno Henrique do Santos e Jô do Corinthians.

Os troféus de melhor técnico e jogador revelação também ficaram com a equipe do Parque São Jorge, Fabio Carille e Cleyson respectivamente.


 

O Troféu Gazeta Esportiva que premia o melhor jogador da competição ficou com o craque do Tricolor Paulista Hernanes. Que negou ter sido o salvador do São Paulo e exaltou a importância da torcida para que o time do Morumbi permanecesse na série A.

 


Djalma Vassão - Gazeta Press

 

 

Além dos premiados, a Gazeta também aproveitou para homenagear ícones do esporte como o tenista Marcelo Melo, atual número 1 do mundo entre os duplistas, o grande jogador e jornalista Altafini Mazzola que foi ídolo no Palmeiras.

O craque e agora comentarista esportivo Muller, o preparador físico Moraci Santanna e Renê Santana representando seu pai Telê, foram laureados pelos 25 anos da conquista do primeiro Mundial de Clubes do São Paulo.

 


Djalma Vassão - Gazeta Press

 

E ainda Zé Maria e Basílio lideres da conquista do Campeonato Paulista de 77 receberam e entregaram ao narrador Osmar Santos uma homenagem pela conquista e narração do título que acabou com a fila de quase 23 anos do corinthians.


 

Por: Jéssica Gonçalves.