Um futebol de muita qualidade na Liga dos Campeões

 

Atuações primorosas das equipes abrilhantaram a terceira rodada da competição mais importante do planeta

 

 

Os amantes do esporte não podem reclamar da qualidade técnica e tática exibida pelos times que disputaram as partidas dos grupos E, F, G e H, na tarde desta terça (17). Os atletas estavam bastante motivados e entraram em campo com aquela disposição para vencer e o resultado foi um show de bola. E os brasileiros fizeram a diferença e marcaram diversos gols. Foi um dia de defesas magistrais dos arqueiros e de muito oportunismo dos atacantes.

 

 

Grupo E: Duas goleadas

 

O Liverpool literalmente atropelou o Maribor e marcou sete tentos em cima da equipe da Eslovênia. E eles abriram o placar aos três minutos quando o brasileiro Roberto Firmino aproveitou uma bola recebida de Salah, no meio da área e chutou. Aos 13, Milner cruzou para Philippe Coutinho fazer o dele.  O terceiro veio logo depois. Desta vez foi Firmino o autor do passe para Salah, que chutou na saída do goleiro.

 

Coutinho e Firmino marcam para o Liverpool  Foto de Darko Bandic AP.jpg

Coutinho e Firmino marcam para o Liverpool

Foto: Darko

 

 

No segundo tempo, aos três minutos, Philippe Coutinho cobrou falta na área, Firmino desviou de cabeça, e mandou a bola para o fundo do gol. E Roberto Firmino voltou a marcar. Após cobrança de falta na lateral de Coutinho, o brasileiro deslocou a bola com a cabeça para fazer o 5 a 0. Ainda sobrou tempo de mais dois: Oxlade-Chamberlain recebeu passe no meio e marcou, enquanto Alexander-Arnold contou com desvio da zaga em seu chute para dar números finais à partida.

No outro duelo, o Spartak Moscou goleou o Sevilla por 5 x 1. O brasileiro Luiz Adriano marcou para os donos da casa. Promes fez duas vezes e Glushakov e Melgarejo também marcaram. Kjær descontou para o time espanhol.

Com os resultados, o time de Jurgen Klopp chegou aos 5 pontos e assumiu a liderança da chave. Com a mesma pontuação, o Spartak Moscou está na vice-liderança, seguido de Sevilla e Maribor.

 

 

Grupo F: A estrela de Gabriel Jesus

 

Guardiola terminou o jogo com um sorriso estampado no rosto. E não é para menos, seu elenco fez uma partida brilhante e mostrou que a melhor defesa é o ataque. Os ingleses começaram a partida partindo para cima do Napoli, que ficou visivelmente retrancado e com poucas chances de reagir. Jogando em casa, o City venceu a partida por 2 x 1.

 

Gabriel Jesus Manchester City Foto AFP.jpg

Foto: AFP

 

O elenco mostrou um futebol bonito de se ver e aos 8 minutos do primeiro tempo, David Silva recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro. Walker tentou finalizar e a bola foi desviada pelo zagueiro Koulibaly.  No rebote, Sterling mandou para o fundo da rede.

Aos 12, uma bela jogada feita por De Bruyne que deu passe preciso para nosso brasileiro Gabriel Jesus marcar o segundo. O Napoli teve a chance de diminuir. Após cruzamento na área, Walker se agarrou em Albiol e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Mertens chutou rasteiro e a bola acabou nos pés do goleiro Ederson.

Aos 26 minutos do segundo tempo, Fernandinho atingiu a perna de Ghoulam dentro da área. Na cobrança, Ederson foi bem e acertou o canto, mas Diawara bateu com muita categoria e  a bola entrou.

Com isso, o Manchester City chegou aos nove pontos em três jogos disputados e com 100 de aproveitamento mantêm a liderança do grupo.  

O outro jogo do grupo foi entre o Shakhtar e o Feyenood. O time ucraniano venceu a partida por 2 x 1, com dois gols do brasileiro Bernard. Assim, assume a vice-liderança com seis pontos.  Napoli, com 3 pontos, e Feyernoord, sem nenhum, completam a classificação.

 

 

Grupo G: A surpresa chamada Leipzig

 

O time alemão jogou com muita raça e garantiu a vitória sobre o poderoso Porto, por 3 x 2. Eles saíram na frente, logo aos 8 minutos, com Orban, mas a equipe portuguesa empatou dez minutos depois com gol de Aboubakar.

O Leipzig, que até então era o último colocado do grupo encheu-se de coragem e tratou de correr atrás da vitória.  Ainda no primeiro tempo marcou mais dois: aos 38 e aos 41, com Forsberg e Augustin, respectivamente.

O Porto marcou o segundo, aos 44, com Marcano, mas não segurou a forte marcação dos alemães e não soube criar jogadas de perigo.

E o time turco Besiktas também veio para a partida com a mesma intenção de superar o Monaco. E assim foi feito. Eles saíram com uma importante vitória por 2x1 para manter a liderança do grupo G.

No final do jogo, os jogadores do Besiktas, comemoraram. Essa foi a primeira vez na história que um clube turco ganhou as três primeiras partidas na fase de grupos da Champions League.

 

 

Grupo H: Os arqueiros e suas defesas maravilhosas

 

Claro que o Bicampeão da Champions League, Real Madrid não esperava empatar com o Tottenham, mas o time inglês deu trabalho aos merengues. Principalmente Kane que parecia estar possuído. Agora, os destaques da partida foram dos dois goleiros Lloris e Navas, extremamente exigidos durante os noventa minutos. Porque o jogo foi aguerrido, disputado, jogado e era chute para um dos gols, e chute para o outro gol. Sem descanso. Defesas incríveis e que ajudaram por demais as suas equipes.

O time inglês marcou primeiro e eu tive a impressão de que o gol era de Kane. No entanto, o juiz creditou o tento ao zagueiro Varane. Ainda no primeiro tempo o Real empatou com Cristiano Ronaldo, em cobrança de pênalti, aos 42.

 

 

O goleiro Lloris e Cristiano Ronaldo  Foto Reuters.jpg

Foto: Reuters

 

Apesar do resultado, o atacante tornou-se o terceiro jogador com mais partidas na competição, com 143 (atrás de Casillas, com 166, e Xavi, com 151). E aumentou a vantagem como maior goleador do torneio. Tem agora 111 gols.

E o Borussia Dortmund amargou nova derrota na Champions League. Após ter perdido para Tottenham e Real Madrid, o time alemão apostava suas fichas para somar seus três primeiros pontos no jogo contra o Apoel, mas ficou no empate por 1 a 1. O time fez uma péssima partida e, no final, o empate foi até um bom resultado.

Real Madrid e Tottenham têm sete pontos e continuam na liderança. Borussia Dortmund e Apoel apenas um ponto cada um na chave.

 

 

Carla Andrade

Rosileide Ribeiro