A bipolaridade palmeirense

https://www.palmeiras.com.br/public/upload/imagem/destaques/imagem_2517_original.jpg?t=1477788451

FONTE: Palmeiras Oficial

Palmeiras saiu de Santos com uma derrota, mas com a liderança mais uma vez isolada e assegurada.

 

Não, não foi um bom jogo, mas todo mundo sabe das dificuldades de encarar o time da baixada em sua casa. O Santos parece até outra equipe quando joga na Vila Belmiro. Some-se a isso a existência de torcida única e o aumento da rivalidade entre os clubes paulistas e você tem um jogo de incendiar os corações.

O primeiro tempo foi muito aberto para ambas as equipes e o Palmeiras conseguiu levar muito perigo ao gol santista, mas foi um jogo aberto, onde cada um ali poderia ter aberto o placar. Não diria que foi um primeiro tempo ruim.

Mas, na segunda etapa, o time mais uma vez disperso. Allione que havia sido escalado por Cuca não fez uma boa partida e o comandante demorou muito para sacar o argentino. Não só Allione não fez um bom jogo, como também Fabiano. O comandante alviverde, quer seja para demonstrar sua confiança neles, quer seja para dar continuidade aos últimos jogos, vem insistindo em usar esses dois jogadores, que desde o jogo contra o Sport (e até antes) não tinham ido bem.

O Palmeiras não conseguia fazer a bola chegar com qualidade ao ataque e por mais que a bola tenha chegado diversas vezes ao gol santista, nunca com muito perigo, pois faltou a bola chegar com mais calma para trabalhar o ataque. A marcação no meio campo santista dificultou muito a criação palmeirense.

Se o primeiro tempo foi igual, no segundo tempo o peixe foi superior. Em falha do jovem Vinicius Silvestre no gol, o alvivengro acabou abrindo o placar. Antes que comecemos a jogar pedra no jovem goleiro, algumas considerações. Cuca optou por escalar o jovem no lugar de Vagner. Vagner contratado no inicio do ano, em todas as oportunidades em que foi escalado não apresentou um bom futebol. Muito questionado pela torcida, acredito ter sido uma boa opção não escalá-lo. Vinicius fez um jogo muito seguro, falhou em apenas duas bolas: uma no inicio da partida quando escorregou e quase viu Ricardo Oliveira marcar e a segunda quando espalmou a bola, que bateu em Vitor Hugo e ele viu, infelizmente, Copete livremente marcar.

Errar é humano, no geral foi um jogo positivo do goleiro, infelizmente uma falha fulminou em um gol. Podemos levantar muitos “se”, se fosse o Jailson não teria acontecido, se fosse o Prass ele não teria errado. A verdade é que nem Jailson e nem Prass podiam atuar, por isso, no geral, balanço positivo na atuação do jovem arqueiro.

Parece que o lugar do porco ainda não é dentro do aquário, mas lugar de porco é dentro do chiqueiro, do nosso chiqueiro. Apenas para lembrar aqueles que já começaram a xingar a equipe ontem (29) eu queria lhes dizer que: dos 5 jogos para o fim do campeonato, 3 serão disputados no Allianz Parque, o nosso chiqueiro.

Você torcedor, você mesmo, que ontem começou a xingar o Cuca, a chamar Jesus de pipoqueiro, a xingar o Fabiano, falar que Dudu não fez nada, falou que o time nos iludiu, que o enea já era. Como diria um grande comandante: sua falta de fé é perturbadora.

E digo porque é perturbadora: a liderança continua alviverde e isolada daqueles que só podem sentir um cheirinho dela por 5 pontos. Dos próximos 5 jogos, Palmeiras será o mandante em 3, e em todo o campeonato o time perdeu uma única vez em casa no primeiro turno, no segundo turno se mantém invicto. Flamengo e Santos ainda possuem embate direto. A equipe do Palestra Itália estava há nada mais, nada menos do que 15 jogos invicta, é óbvio que em um campeonato com tantas equipes com boas condições, uma hora essa invencibilidade ia cair. A equipe continua dependendo apenas de si para ser campeã, o que eu sei que vai ser.

Eu já perdi as contas de quantas rodadas somos líderes desse campeonato e você ai torcedor, ainda ressabiado, desconfiado. Por favor, você é Palmeiras e sabe que o nosso clube gosta de nos matar do coração. Não sei como ainda não se acostumou e como ainda tem dúvidas.

Mas a torcida palmeirense sofre de uma intensa bipolaridade, que nem o remédio tarja preta mais forte do mundo consegue curar. Se o time ganha é a melhor equipe do mundo, pode vir Real Madrid e Barcelona juntos que somos melhores. A equipe perde em um clássico duríssimo e pronto! "Pior equipe da face da Terra que só ilude a torcida" etc. etc. etc. Esse lado amendoim...

Mas por favor, não seja esse torcedor. Esse torcedor é chato!

Na reta final e a taça cada vez mais perto de nossos dedos, tudo que nossa equipe precisa é de confiança e não desconfiança. Acredite, torça, mande suas energias positivas, é hora de colocar todas as supertições em prática, mas jamais duvide do nosso Palmeiras, o time que já nasceu campeão.

Eu sei que o enea vem, você ai no fundo também sabe. Mas eu te entendo, foram anos difíceis, passamos por problemas, mas agora a casa está em ordem e confio nesse time e no nosso técnico como há anos eu não confiava. E você também!

Então sejamos Palmeiras, e scoppia che la vittoria è nostra!!!

 

Sempre Avanti!

Por Marcela Permuy