A CLASSIFICAÇÃO NÃO VEIO MAIS UMA VEZ

Mesmo com a derrota por 1 a 0 para o Internacional, e com a eliminação da Copa do Brasil, o time do Paysandu conseguiu se impor dentro de campo, mostrou uma certa pressão e saiu aplaudido de campo pela sua torcida que compareceu ao estádio do Mangueirão na noite desta quarta-feira (29).

Ainda sem técnico, o auxiliar permanente do clube mostrou um excelente trabalho. Fez diversas modificações no time principal e com isso seu objetivo, de tentar reverter o placar da ida, e recuperar a autoestima do time bicolor, mesmo com a derrota dá para dizer que o Leandro Niehues foi bem sucedido.

- O resultado, evidente, que não é interessante. Viemos com uma ideia de levar esse jogo até o final, buscar o gol para entrar no jogo. Tivemos oportunidades, criamos e trabalhamos para isso, mas não conseguimos o gol. Em cima da expulsão fica muito mais difícil, todo mundo sabe a qualidade da equipe do Internacional. De positivo temos a retomada da confiança do grupo, em alguns momentos; a confiança da torcida; e o que é óbvio, e a gente até já conversou rapidamente com o grupo, todo mundo que vive o dia a dia do futebol sabe que o empenho, a vontade, a coragem para jogar que nós tivemos hoje, poderia ser levada para Série C, que todo mundo sabe que é o verdadeiro objetivo do Paysandu – avaliou o auxiliar-técnico em entrevista ao Globo Esporte.

Foto: Jorge Luiz/ASCOM Paysandu

O setor que mais sofreu modificações foi o ataque, Tiago Luiz e Primão foram os responsáveis por armar o jogo para Nicolas, Vinicius Leite e Paulo Rangel. Caique Oliveira que não vinha jogando desde abril foi titular.

Parece que a torcida gostou do que viu, pois ao final do jogo o time saiu aplaudido pela sua fiel torcida.

Para o próximo jogo fica o desejo de time com a mesma força e garra que estava presente contra o Internacional. O próximo confronto da equipe bicolor será contra o São José, domingo (02), ainda sem local definido pois a diretoria bicolor solicitou mudança de local da partida.

Beatriz Reis.