A COMPLICADA SITUAÇÃO DO VASCO EM MEIO A PANDEMIA...

 


 

Alô torcida vascaína, saudações!! Sei que a maior vontade de todos os torcedores apaixonados é ver nosso vascão em campo novamente, saudade até de xingar os jogadores, mas neste momento precisamos ter mais um pouquinho de paciência, agindo com responsabilidade tudo voltará ao normal em breve. É uma situação que pegou todos de surpresa, falando do meio futebolístico, muitas receitas deixaram de entrar nos cofres, a situação econômica do Vasco não era das melhores, agora está quase em colapso. Nesse texto, falaremos sobre os salários, demissões, renovações e o plano do sócio torcedor, este com a ajuda dos torcedores, pode ser um fôlego a mais para o clube.


 

SALÁRIOS ATRASADOS:


 

O clube entrou 2020 devendo salários de 2019, uma promessa que o presidente Campello não cumpriu, as receitas entraram, mas atolado em penhoras, vimos boa parte dessa grana ir embora rapidamente. Nesta quarta(20), completaram-se quatro meses de atrasos com boa parte do elenco. No mês de Abril, líderes do elenco, solicitaram ao presidente que pagasse um mês de salário ao jogador Germán Cano, que até então não havia recebido desde que chegou ao time. Assim foi feito.

 

No início deste mês de Maio, mais uma atitude nobre dos atletas mais bem pagos do elenco, abriram mão dos seus vencimentos de Janeiro para que seus companheiros e funcionários pudessem receber. Decisão que foi encabeçada por Leandro Castán, contou com a ajuda de Breno, Bruno César, Fellipe Bastos, Guarín, Fernando Miguel, Germán Cano, Rafael Galhardo, Talles Magno, Marrony, Yago Pikachu e Lucas Ribamar.

 

Foto: Thiago Ribeiro/AGF


 

O receio de todo vascaíno é saber que em momentos de dificuldades financeiras, como este, nossa única solução é a perda de mais uma joia precocemente. O mais cobiçado é o jovem Talles, com apenas 17 anos, segue sendo monitorado por gigantes europeus. Sua multa é de aproximadamente 30 milhões de euros, cerca de 188 milhões de reais.


 

DEMISSÕES E RENOVAÇÕES:


 

Por conta do COVID-19, o Vasco anunciou a demissão de 50 funcionários, por meio de nota oficial o clube ressaltou que tomou tais medidas para assegurar a sobrevivência financeira. Alguns dias depois, em outra nota oficial, foi comunicado o fim das atividades dos Esportes Paralímpicos do clube. A trajetória do esporte para pessoas com deficiência iniciou no Vasco em 2004. É uma pena que isso tenha acontecido, somos um clube conhecido pela inclusão social.

 

O diretor de futebol André Mazzuco teve seu contrato estendido até o fim deste ano. Seu vínculo anterior se encerrava no fim de maio.


 

Vasco entrou em acordo com o jogador Bruno César, o atleta foi reintegrado após aceitar a oferta de redução salarial, parcelamento das dívidas anteriores e uma renovação de contrato para dois anos. Em entrevista o técnico Ramon revelou conversa com o atleta e afirmou que tudo depende dele. “Ele está “fino”, conta com o apoio da comissão e do grupo, mas tem que fazer por merecer. Está tendo grande oportunidade de buscar o que se espera dele no Vasco.”

 

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco 


 

Nosso goleiro Fernando Miguel com vínculo até o final do ano, praticamente está acertado para renovação. No que depender do atleta, ele continuará. “No que depender de mim, essa história vai continuar.”


 

Na equipe sub-20, o meia João Laranjeira, que  tem contrato até dezembro deste ano, terá seu vínculo renovado após as atividades voltarem à normalidade. Ele é um dos que estão na lista do técnico Ramon para integrar a equipe profissional.


 

O jovem Bruno Gomes, que subiu aos profissionais em 2019 com Vanderlei Luxemburgo, também está próximo da renovação. Seu contrato vai até final de Julho do próximo ano. De acordo com o staff do jogador, dois clubes da Alemanha e dois da Inglaterra vinham observando o atleta. O volante tem 19 anos e conta atualmente com uma multa de 30 milhões de euros.


 

SÓCIO TORCEDOR:  


 

A situação para a maioria das pessoas em meio a essa pandemia anda bastante complicada. Muita gente acabou perdendo o emprego, sendo afastada e quem ainda continua com a sua renda, acaba pensando bastante com o que gastar. No final de 2019 a torcida cruzmaltina vendo os inúmeros problemas do clube, principalmente em relação a salários de jogadores e funcionários, se levantou e colocou o Vasco em primeiro lugar nos programas de sócios da América Latina e em 5° no mundo depois da campanha #AssociaVasco. Hoje o clube tem em seu quadro social 175.416 sócios. Como fazer então com que esse quadro não diminua e o torcedor em meio a tantos problemas e sem o futebol continue colaborando?


 

No dia 24 de abril em uma live realizada na Vasco TV, o diretor do programa de sócios Eduardo Sá e Cláudio Rial vice de comunicação, esclareceram as principais dúvidas da torcida em relação ao Sócio Gigante e comunicou que o torcedor terá quatro opções para renovar o seu plano, já que a promoção da Black Friday se encerra no dia 24 de maio, e poderá escolher entre aquela que se encaixa melhor em sua atual situação. Essas são as opções:


 

• Renovar por seis meses.


 

• Renovar por seis meses com extensão de dois meses grátis (período sem jogos por causa da Covid-19).


 

• Renovar por um ano.


 

• Renovar por um ano com extensão de três meses grátis (período sem jogos por causa da Covid-19).


 

"O Vasco é um clube nacional e de diferentes áreas e classes econômicas. Então, vamos dar a opção de tomada de decisão para todos os bolsos. O associado que escolher os seis meses com mais dois grátis terá um desconto de 33%. E importante: essa questão da renovação com valores diferenciados está disponível a todos os associados, não apenas àqueles que entraram na promoção" - Disse o diretor do programa de sócios Eduardo Sá.


 

Em seguida o vice de comunicação Cláudio Rial completou:


 

"Fizemos um debate interno e, em conjunto com a presidência, decidimos dar ao torcedor a opção dele escolher. Pelo o que elaboramos, o torcedor que quiser pagar o valor cheio poderá fazê-lo. E aquele que tem necessidade de cortar gastos, por exemplo, por causa da pandemia, poderá pagar menos para continuar ajudando o clube."


 

O Vasco tem como o seu plano mais barato o "Camisas Negras" que atualmente destina 20% do que é arrecadado para instituições sociais. E agora o torcedor vai poder ver parte da sua ajuda com outro plano beneficiar e ajudar o futuro do clube, isso porque o plano "Norte a Sul" que contempla aquele torcedor que mora em outro estado e quer ajudar o Vasco, terá seus valores arrecadados destinados a nossa categoria de base, como explicou Eduardo Sá ao jornalista do UOL Bruno Braz:


 

"O sócio-torcedor no Brasil ainda é muito ligado ao benefício de ir ao estádio, e o Vasco tenta fazer com que o Sócio Gigante seja muito mais do que isso. É um senso de pertencimento, de fazer parte daquele negócio. Então, hoje temos uma categoria que tem um propósito de ter um preço popular e doar 20% para uma causa social que é o Camisas Negras, e agora a gente ataca em outro propósito para o próximo semestre, que é o plano Norte a Sul, onde os sócios serão os padrinhos da nossa base."

 

Carta aos Sócios Torcedores/Reprodução 


 

Nesta terça-feira 19, o Vasco enviou para os seus associados uma carta junto de um vídeo emocionante que também foi divulgado nas redes sociais do Clube, uma carta pedindo que se possível o torcedor renove o seu plano. Logo em seguida começou nas redes sociais um novo movimento por parte da torcida, o "Bora Renovar?" Visando incentivar a toda torcida a ajudar o Clube que novamente precisa muito de nós. Já ficou provado várias vezes e principalmente depois de alguns acontecimentos dessa semana, que somente nós torcedores podemos salvar o nosso Gigante e lembre-se sempre que é pelo nosso Vasco, somente pelo Vasco!

 

Por Aniele Lacerda e Jessica Martins, colunistas e torcedoras do Vasco.


 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo