À espera de um milagre no Mineirão

 

 

Nesta quinta-feira (13) o São Paulo recebeu o Cruzeiro no Morumbi e a equipe da casa acabou levando dois gols no segundo tempo. Agora é tentar um milagre no Mineirão para avançar para a próxima fase da Copa do Brasil.

 

 

O JOGO

 

Os donos da casa começaram pressionando os visitantes, mas não deu muito certo, pois a defesa da raposa estava armada e não deixava passar nada.

 

Jogadores profissionais? Não era isso que parecia. A equipe do Morumbi errava muitos passes e só conseguiu chegar com "perigo" aos 19' quando Jucilei arrancou, passou por dois e deu um passe para Luiz Araújo que chutou cruzado, mas o goleiro Rafael mandou para escanteio. A equipe Celeste, após o susto se fechou ainda mais e a bola só ficou no meio do campo, nenhuma das equipe chegou até o gol. As chances acabaram e o primeiro tempo também, hora de ver se as duas equipes acordavam para o segundo tempo.

 

 

SEGUNDA ETAPA

 

Nada acontecia no começo do segundo tempo, até que Ceni tirou Nem (vaiado pela torcida) e colocou Thomaz, mas a alteração não fez bem para equipe. Já nos 16' após cobrança de falta, Lucas Pratto fez um gol, que deveria fazer para o outro lado. O jogador cabeceou tentando afastar a bola e acabou acertando o gol, gol contra: 1x0 Raposa.

 

O argentino até tentou se redimir mas o goleiro estava esperto e caiu para fazer uma bela defesa. E corre para lá e corre para cá, e nada da equipe tricolor chegar ao gol. O que já é ruim pode piorar não é mesmo? Aos 24' após falta batida, a zaga não subiu e deixou Hudson o próprio, emprestado pelo São Paulo, marcou o segundo gol da equipe celeste 2x0.

 

 

Foto: Fernando Dantas/ Gazeta Press

 

FALTA DE VONTADE? TIME MAL ESCALADO? OU A FALTA DE CUEVA?

 

Ontem após o término da partida, fiquei me perguntando o que faltou para o gol sair, não desmerecendo a equipe do Cruzeiro que vem fazendo uma temporada excepcional. Não entendo uma equipe que vinha fazendo bons jogos se apagar, na sua casa, diante de mais de 40 mil pessoas. Muitos pontos foram falhos ontem, começando por Wellington Nem, jogador fominha, que não conseguia se quer tocar em uma bola direito, foi destaques das contratações para fazer isso? Piada com os torcedores.

 

A falta de um meia armador faz a equipe inteira sofrer, Thiago Mendes e Cícero? Poderia ter começado com Thomaz! Bom mas vamos concordar que Cueva faz uma falta danada, será que no clássico de domingo veremos um time profissional jogando? Porque o de ontem deu vergonha.

 

Mesmo com a derrota ainda devemos apoiar nosso M1T0, a equipe está se ajeitando, mas queremos que venha com tudo para o brasileiro.

 

 

Foto: Sérgio Barzaghi/ Gazeta Press

 

 

Nítida a tristeza do professor e da torcida, mas o amor SÃO PAULO é maior, estaremos apoiando onde for e como for. DE VERMELHO BRANCO E PRETO CARREGO NO PEITO AMOR AO TRICOLOR!

 

 

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 2 CRUZEIRO

 

 

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 13 de abril de 2016, quinta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (RS-Fifa)

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Leirson Peng Martins (ambos do RS)

Público: 43.662 pagantes

Renda: R$ 1.065.916,00

Cartão Amarelo: Ariel Cabral e Ábila (Cruzeiro); Thiago Mendes e Jucilei (São Paulo).

 

Gols:

CRUZEIRO: Lucas Pratto (contra), aos 16 minutos do 2º tempo; Hudson, aos 24 minutos do 2º tempo

 

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Buffarini (Araruna), Maicon, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei, Cícero (Gilberto) e Thiago Mendes; Wellington Nem (Thomaz), Luiz Araújo e Lucas Pratto

Técnico: Rogério Ceni

 

CRUZEIRO: Rafael; Mayke, Leo, Manoel e Diogo Barbosa; Hudson (Lucas Romero), Ariel Cabral, Rafinha, De Arrascaeta e Thiago Neves (Alisson); Ramón Ábila (Raniel)

Técnico: Mano Menezes

 

 

Por: Bia Souza- Dentre os grandes és o primeiro