"À espera de uma vitória dentro de casa"

Não! Isso não é mais um filme que está prestes à estrear no cinema... Mas é o que a torcida do Palmeiras quer assistir amanhã!

(Imagem: Palmeiras/Site Oficial)

Da sequência de jogos que o Palmeiras fará em casa, a partida de amanhã, pela oitava rodada do Paulistão, é sem dúvida, considerada a mais fácil. Isso porque, o time da cidade de Capivari, tem uma das piores campanhas da disputa e luta para sair da zona de rebaixamento.

Isso seria o suficiente para garantir o sono tranquilo do torcedor alviverde essa noite, não fosse a incômoda insegurança que o time tem inspirado. A campanha medíocre, que acumula apenas uma vitória até aqui, faz com que o jogo de amanhã seja extremamente importante.

Sem contar o fato, de que o Verdão desperdiçou todas as vantagens de jogar em casa e ainda não venceu dentro de sua arena.

Todos já sabem que por causa desse desempenho, o time vem sendo muito cobrado pela diretoria e por sua torcida, que há tempos, não entende o que acontece em campo, tamanha a oscilação e falta de resultados positivos.

O técnico Marcelo Oliveira que se tornou o pivô dessa má fase, não consegue manter dois jogos sequer, com a mesma formação e a proposta tática não mostra um futebol consistente.

Mas o pior, é não saber exatamente o fator que determina os problemas apresentados pelo time, já que em alguns momentos, a dinâmica de jogo é eficiente e tudo parece se encaixar.

É muito difícil lutar contra um "inimigo" conhecido, que dirá um de que não se sabe nada, ou quase nada. Muitas dúvidas continuam pairando e as mesmas perguntas vem sendo feitas, jogo após jogo.

A priorização da Libertadores da América, se configurou como mais uma dificuldade a ser vencida, já que o elenco titular precisa ser poupado de algumas partidas do estadual, o que acaba gerando mais instabilidade dentro de campo.

Contra o Capivariano, uma boa surpresa para o torcedor alviverde. O comandante escalou Gabriel, que acaba de se recuperar de uma cirurgia no joelho e estava afastado do time desde Agosto do ano passado. Titular absoluto, o volante vinha de uma excelente fase. Mostrando um futebol convincente, se tornou peça fundamental dentro de campo. Conquistou não só o técnico, mas também a torcida, que acompanhou passo à passo a sua recuperação e esperava ansiosa por seu retorno aos gramados.

Com essa novidade, os vinte jogadores convocados para o confronto são, os goleiros: Fernando Prass e Vagner, os laterais: Egídio e Lucas, os zagueiros: Thiago Martins e Vitor Hugo. os volantes: Arouca, Gabriel, Jean, Matheus Sales e Thiago Santos, os meias: Allione e Régis e no ataque: Alecsandro, Cristaldo, Dudu, Erik, Gabriel Jesus e Rafael Marques.

O torcedor que vai ao Allianz Parque amanhã, quer apenas um resultado: a vitória. Não só para que o time quebre a sequência negativa, e melhore a sua situação na tabela, mas principalmente para que possa cantar pela primeira vez, dentro de casa: "Aeeee o meu Palmeiras ganhou..."

Alê Moitas