A ESPERANÇA É VERDE, É A ÚLTIMA QUE MORRE, MAS RESPIRA POR APARELHOS

 

(Foto: Daniel Hott / América FC)

 

Dizem que o “verde é a cor da esperança” e dizem também que a “esperança é a última que morre”, mas confesso que ontem boa parte dessa esperança de ficar de vez no G-4, acabou! O time alviverde embora tivesse a maior posse de bola, não foi eficiente e perdeu, em casa, a luta direta para ficar entre os quatro primeiros na tabela e sonhar com o retorno à série A.

Nesta terça-feira (05) o América perdeu para o Paraná e acabou com a sequência de dez partidas sem perder no Estádio Independência e acabou também frustrando a maioria da torcida que confiava na vitória!  A 33ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B foi ruim para o Coelho, que embora tenha começado a partida pressionando os visitantes e mantendo a posse de bola, foi ultrapassado pelo próprio Paraná, e caiu para a 6ª posição, com 49 pontos. Para um time que (deveria pelo menos) quer ficar entre os quatro, a derrota por 2 a 0  foi um choque de realidade, entre o que a torcida quer para o time, o que a diretoria planeja e o que comissão técnica e os jogadores realizam em campo. 

Na volta para o segundo tempo os times buscavam o resultado, mas foi o Paraná que aos 30 minutos marco com Fernando Neto e colocou os adversários à frente no placar. Mas a torcida ainda acreditava, pois o América tem buscado o resultado mesmo quando está em desvantagem no placar, mas ontem não foi assim…

E no fim do jogo, aos 39, Jenilson marcou o segundo e fechou o placar. Nem as alterações, nem as jogadas de bola parada foram suficientes para revertermos o placar ou ao menos buscarmos o empate. Fim de jogo! 

Revolta da torcida, muito estresse e o sonho de voltar para a série A se distanciou ainda mais. Onde está aquele time que saiu da última posição da tabela e em uma arrancada foi para a 4ª colocação? Será que está faltando gás, perna, vontade, foco, ou qualidade mesmo? Há algumas rodadas falávamos que quem conseguisse manter o equilíbrio até o fim atingiria o objetivo, mas até então o Coelhão fazia parte desses clubes. 

Nos últimos dois jogos em casa o América não conseguiu vencer e agora terá duas partidas fora de Minas para tentar reverter essa situação. O problema é que restam apenas cinco jogos e é preciso vencer todos e torcer contra os adversários. Será que ainda é possível acreditar? Ou vamos nos decepcionar novamente? 

Só sei que se o Coelhão não encarar verdadeiramente cada jogo como uma final e se dispersar com outras coisas que não sejam jogar futebol, estaremos na série B em 2020. Quem sabe assim aprenderemos a lição...!? Isso é sério, pelo menos para a torcida! Acorda, América, pois na próxima rodada vamos encarar a equipe do Londrina (que está fugindo do Z-4), às 20h30, no Estádio do Café, na cidade de Londrina (PR) e temos a OBRIGAÇÃO de vencer! 

 

Ficha Técnica

América 0x2 Paraná-PR

Campeonato Brasileiro da Série B – 33ª rodada

 

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte

Árbitro: Ramon Abatti Abel (CBF/SC)

Auxiliares: Eli Alves Sviderski (CBF/SC) e Gizeli Casaril (CBF/SC)

Gols: Fernando Neto e Jenilson (Paraná-PR)

Cartões amarelos: Guilherme Santos e Thiago Rodrigues (Paraná-PR)

América: Airton; Leandro Silva, Ricardo Silva, Lucas Kal e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Willian Maranhão (Vitão); Diego Ferreira (Rafael Bilu), Geovane (França) e Júnior Viçosa.

Técnico: Felipe Conceição

Paraná: Thiago Rodrigues; Eder Sciola (Léo Príncipe), Leandro Almeida, Fabricio e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto e Matheus Anjos (Vitinho Mesquita); João Pedro (Eduardo Bauermann), Bruno Rodrigues e Jenison.

Técnico: Matheus Costa

 

Por Mellina Mesquita