A FÉ NA VITÓRIA TEM QUE SER INABALÁVEL

 

O ASA enfrentará neste sábado (22), às 20h, a equipe do Itabaiana, pelo jogo de volta da segunda fase da série D, o confronto será no Estádio Etelvino Mendonça, no interior de Sergipe.

 

Foto: Ailton Cruz

 

O Gigante que vem de uma vitória por 2x0 jogando em casa, contra o próprio Itabaiana, voltou a se concentrar e retomou as atividades visando o próximo confronto, na terça (18), e teve uma semana intensa de trabalho.

Para esse duelo teremos uma baixa na equipe, Caio Cesar, o atleta cumprirá suspensão, e para sua substituição, Paulinho que poderá ser escalado.  

O elenco treinou incessantemente sob os comandos do professor Nêdo Xavier, e ainda no comecinho da semana, André Beleza sentiu a posterior, nos deixando um pouco apreensivos.

Na quarta (19), tivemos um susto, o goleiro Marcão, nosso titular e absoluto (risos), sentiu o joelho esquerdo no treino pela manhã, e à tarde não conseguiu treinar, sendo preciso a realização de exame de imagem.  

Parece que todas as vezes que estamos em uma fase importante, temos que passar por algumas provações, mas, se não houver sofrimento do início ao fim, não é o ASA.  

Na quinta, a comissão decidiu fechar o treino, uma vez que a torcida estava se organizando para ir apoiar o GIGANTE, e fotos ou vídeos podiam vazar e prejudicar o andamento dos trabalhos nessa fase decisiva.

Já na sexta pela manhã, a equipe e comissão viajaram para Aracaju, e a tarde realizaram um treino no estádio do Clube do Sergipe.      

O valor dos ingressos foi definido pelo clube sergipano, $40 cadeiras, $20 arquibancadas, e mulheres não pagam para assistir o duelo.

Para este confronto decisivo, a escalação só será divulgada minutos antes da partida, mas os convocados por Nêdo foram: André, Berg, Dinda, Édipo, Foguinho, Gabriel, Henrique, João Ricardo, Júnior, Luis Gustavo, Luis Eduardo, Manga, Marcão, Marcelo, Matheus, Natan, Paulinho, Salazar, Thauan e Walter.

Nossa torcida deverá comparecer em peso, afinal, esse é um confronto decisivo para essa fase, mesmo com a vantagem, sabemos que não existe nada definido, e qualquer tropeço pode ser fatal para as duas equipes (vimos isso nos jogos de ontem, onde o Central havia ganho por 2x0 e vacilou, perdendo a classificação para o Jacuipense, assim como o jogo do Fluminense (BA), que iria para os pênaltis contra o Salgueiro, mas nos acréscimos a equipe baiana fez o gol que mudou a história do jogo, fazendo com que eles passassem de fase).  

O Fantasma pode perder por até um gol de diferença que mesmo assim classifica, e eu tenho fé que amanhã voltarei com o pós-jogo da classificação para mais uma fase da série D 2019, até porque, como já dizia o Rappa: “A fé na vitória tem que ser inabalável”.

Que DEUS nos abençoe mais uma vez!

 

Texto de Arielly Soares, torcedora do ASA GIGANTE.