A FESTA ATÉ FOI BONITA, MAS O JOGO…

Foto: reprodução da internet

 

A tarde de hoje foi para o reencontro do Dragão com a sua torcida em campo. A torcida fez sua parte, e montou um lindo mosaico com o desenho dos olhos do dragão. Ficou sensacional! É necessário parabenizar a todas e todos que fizeram um ótimo trabalho.

Espetáculo na arquibancada, mas no campo não foi bem o que gostaríamos de ter visto. A primeira partida da semifinal da série C foi contra o Sampaio Corrêa. O Confiança até entrou para o jogo querendo buscar um resultado, apesar de ter escalado três zagueiros pois Anderson entrou no lugar de Amaral. E para suprir a falta de Thiago Ennes (que fez MUITA falta!), Marcelinho entrou na lateral direita. 

O jogo iniciou equilibrado mas aos 20' Anderson perdeu a bola na lateral de campo, e João Victor cruzou para Esquerdinha que chutou no canto esquerdo de Jean para dentro do gol. O dragão sentiu um pouco esse gol na primeira etapa, mas seguiu tentando empatar o jogo, mas sem sucesso. As jogadas não tinham boa finalização, quando não eram estragadas pela defesa adversária.

Na segunda etapa, o Dragão do bairro industrial retornou sem alterações, e logo foram feitas pelo Daniel Paulista, que tirou Luan e colocou Rafael Vila. O grupo se esforçou tentando produzir algo ofensivamente, sem muito sucesso. 

Em uma tentativa de igualar o marcador aos 12' nós tomamos o contra ataque liderado por Eloir e terminou com Salatiel sozinho na nossa pequena área tocando para dentro da meta proletária. Um verdadeiro banho de água fria para nós. Depois disso Daniel Paulista fez suas duas últimas substituições tirando Everton e Ari Moura e colocando Bruninho e Renan Gorne, na tentativa de diminuir o placar desfavorável, mas não tivemos êxito. 

A partida finalizou 2 a 0 para o Sampaio Corrêa, ou seja, vamos para São Luiz em desvantagem nessa disputa em busca da vaga para a final no brasileiro da série C. Como boa torcedora ainda acredito que é possível tirar o último litro de leite de pedra e reverter essa vantagem. Eu acredito!

 

Escalação: Jean; Vinícius Simon; Luan; Michel; Marcelinho; Anderson; Flávio; Everton; Ítalo; Ari Moura; Tito.

Técnico: Daniel Paulista

 

Por Karla Ferreira.