A força do LOBO vem da Amazônia

 

Na noite da última quinta-feira (09), houve o show de lançamento do uniforme número 2 e o restante da linha para temporada 2017. A marca própria do Paysandu Sport Club tem feito muito sucesso por aqui, e a intenção é só crescer e expandir por todo o Brasil.

WhatsApp Image 2017-02-10 at 16.29.53.jpeg

Foto: Divulgação Paysandu

 

O tema foi inspirado na Amazônia, frutos e peixes tradicionais da região. Tudo muito bem planejado para oferecer o melhor para o torcedor bicolor e por falar em torcedores, quem tem roubado a cena são as mulheres. Uma coleção destinada só para elas darem brilho e beleza para as arquibancadas.

Confira a elegância que ficou os mantos destinados para as bicolindas:

 

WhatsApp Image 2017-02-10 at 16.30.02 (1).jpeg

Foto : Divulgação Paysandu.


 

Como explicou o site  mktespotivo.com.br todos os modelos contam com o tecido Lobodry Tec, que utiliza a tecnologia dry para facilitar a evaporação do suor, e elastano, dando mais conforto à peça. A camisa de treino, por sua vez, foi inspirada na fruta Buriti, comum na Amazônia. Já o modelo utilizado na concentração alude à força das cores do Açaí e Muruci, frutas abundantes no Estado do Pará e Amazônia.

 

A camisa de viagem embarca no Açaí e Muruci, e possui o “L” da marca Lobo em sua estrutura, além da customização do escudo. Por fim, as camisas de goleiro foram criadas pensando nos peixes da Amazônia.

 

1º Tema – Frutas da Amazônia:

Camisa de Treino (Comissão e Jogador): Buriti

Camisa de Concentração (Jogador): Açaí

Camisa de Concentração (Comissão): Muruci

 

2º Tema – Peixes da Amazônia:

Camisa de Goleiro 1: Pirarucu

Camisa de Goleiro 2: Tucunaré

Camisa de Goleiro 3: Pescada Branca

Camisa de Goleiro 4: Tambaqui



 

WhatsApp Image 2017-02-10 at 16.30.02.jpeg
Foto : Divulgação Paysandu.

 

                 

A camisa número 2,veio inspirada no trecho da "marchinha" do clube. Um hino popular feito por torcedores do Paysandu, onde implica em lembrar a goleada histórica dos 7x0 no inesquecível dia 22 de julho de 1945 em cima do rival clube do remo. A frase "pintou um sete numa tela azul.Foi feito sem defeito,o papão da curuzu..." se concretizou em forma de camisa e cá entre nós,ficou muito linda.


 

Saudações bicolores;

Orgulhosamente,torcedora aPAYxonada do Paysandu, Tábata Prestes.