A magia por trás da camisa alvinegra

(Foto: Esporte UOL)

Certa vez, ouvi dizer que vestir a camisa do Santos era algo muito forte, de imensa responsabilidade, mas também um motivo de orgulho. Concordei, pois de fato essa camisa representa além de diversos sentimentos, a nobreza de uma das maiores referências do futebol mundial e de um amor imensurável a quem escolhe fazer dela sua segunda pele.

Vestir o manto Alvinegro te traz as mais loucas e incríveis sensações, mas não pense que isso acontece com todos, muito pelo contrário... É apenas para os escolhidos!

Bem aventurados aqueles que podem ter a honra de vestir o manto alvinegro, torcer, apoiar, gritar, cantar e ser a força na qual os 11 guerreiros que estarão no gramado tanto irão precisar. Aliás, eles também foram escolhidos.

O Santos Futebol Clube é uma obra divina repleta de uma magia sem igual, e isso pode ser evidente ao olhar sua história cheia de feitos incríveis e inalcançáveis até hoje.

Afinal, qual outro time já foi capaz de poder parar uma guerra? Ou ter a hora do seu país alterada para vê-lo jogar? Ninguém mais teve o poder de encantar tanto quanto o Santos...

Manter em quase 104 anos um DNA ofensivo e a tradição de ser berço de craques é algo para poucos... Ou melhor, é algo que apenas o Santos Futebol Clube consegue.

Aos que desmerecem sua história, saibam que esta equipe foi quem deu forças para que o futebol brasileiro evoluísse e fosse mundialmente conhecido. Aos que nos chamam de "viúvas de Pelé", grande tolos, pois sem dúvidas gostariam de bater no peito e dizer que torcem para o time do Rei, e relembrar isso é motivo de orgulho... Mas de "um orgulho que nem todos podem ter".

Essa camisa tem peso sim e acima de tudo tem história, uma história que se mistura com a de cada torcedor e jogador, que faz dela o seu manto. Afinal, juntos somos um só.

Carolina Ribeiro