A Maldição dos acréscimos.

(Imagem: GloboEsporte)

Furacão foi até Toledo enfrentar o Cascavel, para tentar somar mais 3 pontos na tabela e não se afastar tanto do líder, enquanto o time da casa precisava vencer pra se afastar da zona da degola.

Mas nem um e nem outro conseguiu a vitória.

O time da casa começa pressionando e logo aos 13 minutos do primeiro tempo abre o placar. O meio campo Batista recebe livre e bate no canto direito do goleiro Weverton. 1x0 pro Cascavel.

O gol acordou o time Atleticano, que começou a ir pra cima e chegar com mais perigo na área do Cascavel. Aos 18 minutos, Marcos Guilherme arrisca de direita mas pega mal na bola e ela vai por cima do gol; Aos 20 minutos, Vinicius lança Marcos Guilherme mas a bola vai forte demais e ela fica tranquila pra defesa do goleiro do Operário. Um minuto depois Eduardo cruza na área e Andre Lima tenta de bicicleta mas o lance não da nada certo e a bola vai por cima do gol.

Aos 23 minutos, Eduardo dispara pela direito e cruza na cabeça de Vinicius que cabeceia firme pra empatar o jogo! GOL DO FURACÃO! Após o gol o Atlético ficou mais tranquilo em campo e se reservou mais, esperando o momento certo para cada contra ataque.

Aos 36 minutos o Cascavel teve um gol bem anulado pelo bandeirinha, que sinalizou o impedimento. O atacante do cascavel recebe, gira e bate seria um gol bonito, mas ele estava muito impedido.

Marcos Guilherme que ao meu ver está melhorando a cada partida, mas a torcida continua pegando no pé dele, recebe e vai pra cima, chegando perto do gol bate colocado mas a bola vai pra fora.

Pra finalizar o primeiro tempo, Andre Lima recebe na direita e bate cruzado mas pega muito mal na bola e ela vai pra fora.

Começa o segundo tempo, Marcos Guilherme fica no banco e Crysan vai pro jogo, e logo no primeiro minuto, cruzamento na área e o menino Crysan cabeceia a bola no travessão!

Cascavel não apresentava muito perigo, já o Furacão buscava mais jogo. Aos 31 minutos, Anderson Lopes entra sozinho na grande área e chuta a bola pro gol, mas o goleiro do Cascavel espalma e no rebote Anderson Lopes tenta mais uma vez e de novo o goleiro do Cascavel tira com o joelho.

Um minuto depois e veio o gol da virada, com Crysan, que já não marcava há nove meses pelo Furacão e era cobrado pelos torcedores. Hoje foi a vezes dele marcar e mostrar para torcida o nome dele.

Vinicius cobrou escanteio certeiro e Crysan subiu sozinho na área e cabeceou e a bola morreu no fundo das redes! Era o gol da Virada! Gol de Crysan camisa 88!

A vitória parecia certa, ainda mais depois do ataque do Furacão com Otávio aos 37 minutos, ele que nunca marcou um gol pelo Furacão estava tentando o marcar o dele, mas não teve sorte. Ele tenta tirar do goleiro, mas sem ângulo bate e a bola ainda beija trave e vai pra fora.

Faltava pouco para garantir essa vitória. Até que veio os minutos de acréscimos. Os malditos minutos de acréscimo. 4 minutos!

E o Cascavel foi pra cima, Atlético recuado, esperando o apito final, bola na área os jogadores do Cascavel tentam o cabeceio de qualquer jeito na área e no bate rebate ela bate em Cleberson que é acusado de ter tocado a bola com a mão. Escanteio pro Cascavel.

Último lance. Goleiro do Cascavel na área. E.... Sobrou pro Eduardo.

A cobrança veio pela esquerda, baixa e a bola que parecia dominada, Eduardo dá aquela pixotada e coloca a bola para dentro do gol! Empate do Cascavel de gol contra de Eduardo. E o jogo termina assim 2x2. Sem festa. Empate com gosto amargo de derrota!

 

Nayara Bortolotti