A terapia de torcer

Certo dia, conversando com alguns amigos, chegamos a conclusão de que ir ao estádio seria uma espécie de terapia para seus frequentadores. Uma partida de 90 minutos é capaz de fazer com que o torcedor esqueça - pelo menos por algumas horas - todos os problemas que lhe cercam lá fora, desde emprego, família, relacionamentos e etc. 90 minutos que as responsabilidades da vida de "gente grande" são deixadas de lado. Dentro do estádio, você é mais uma voz no meio da multidão a fim de fazer seu time sair de campo vencedor. Onde a preocupação maior é a escalação que o técnico vai utilizar em campo, se o juiz vai ser justo, de não parar de cantar por 1 segundo...

FOTO: wp.clicrbs

É uma troca mútua, onde você se faz presente pelo seu time e seu time por você.

Quando o apito inicial é dado, a emoção já nos invade e o que importará até o apito final é o que estará rolando dentro de campo. Mas assim como a vida lá fora, nem sempre a gente ganha, nem sempre temos dias bons. Porém, o fato de apenas estar ali, apoiando, já vale.

Ir ao estádio é uma terapia mesmo. Podemos estar em um dia ruim, mas lembrar que tem jogo do seu time em casa já nos faz ter a esperança de que ao pisar lá renovaremos nossas forças. Os problemas que nos aguardam do lado de fora não fugirão, mas serão amenizados. Não existe nada melhor no mundo do que fazer o que gostamos e não nos privarmos disso.

Há aqueles que preferem uma terapia mais profunda e metem o pé na estrada rodando o Brasil buscando novos ares, histórias, algo mais além do que já encontram nos jogos em casa. O futebol transforma vidas e, por mais clichê que seja, nunca será apenas um esporte. Pare para conversar com um torcedor e peça para que ele lhe conte histórias que já viveu dentro do estádio... Sem dúvidas a lista será grande.

Várias vezes já fui aos jogos do meu time para esquecer de coisas que me afligiam e sabe de uma coisa? Foi o melhor que fiz. Nada se compara a saber que ali, naquele ambiente, tem inúmeras pessoas que também sentem e buscam o mesmo que você. Nada se compara ao coro da torcida na arquibancada e à emoção que aqueles 22 jogadores em campo transferem ao seu público.

Mas quem não acompanha o esporte não entende. Acredito que todos nós, torcedores, pelo menos uma vez já foi criticado por gostar tanto de futebol, por frequentar estádio. Já dizia uma frase "só entende da minha loucura quem é louco como eu" e ela se encaixa bem neste contexto.

Não adianta explicar ao outro a sensação que a "estádio terapia" nos passa, pois para eles "lugar de paz" seria um ambiente tranquilo. Para nós, seria um estádio, com a torcida cantando alto, em dia de jogo do nosso time.

Por Carolina Ribeiro

Curta Blog Mulheres em Campo