A UM GOL DOS R$ 3,15 MILHÕES

Se conquistar a classificação, Juventude recebe mais um prêmio milionário

 

Bruno Alves deve estar entre os titulares, no lugar de John Lennon

(Foto: Arthur Dallegrave/E.C. Juventude)

Nesta quarta-feira (29), o Juventude vai a Porto Alegre tentar quebrar um tabu. Sem nunca ter derrotado o Grêmio na Arena OAS, o alviverde precisa da vitória para conquistar R$ 3,15 milhões e vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

No primeiro embate, no estádio Alfredo Jaconi, as equipes ficaram no 0x0. Com isso, um novo empate leva a decisão às penalidades máximas. E, por obviedade, em caso de vitória, o time responsável pela mesma estará garantido na próxima fase da competição.

O jogo desta quarta é repleto de expectativas, para ambos os lados. O Grêmio, segundo o técnico Renato Gaúcho, vai decolar. Com a péssima fase no Campeonato Brasileiro, o tricolor precisa tornar a projeção de Renato uma realidade. Espero que quando ele conseguir tal feito, seja tarde demais!

O Ju, por outro lado, vem de onze jogos de invencibilidade. A equipe está dentro da zona de classificação da Série C e, por meio do trabalho de Marquinhos Santos, retomou a confiança do torcedor, que deve comparecer em bom número a partida de amanhã.

O que conta a favor do alviverde são as boas atuações diante de times grandes. Contra o Botafogo, o Ju se agigantou. Deixou o adversário, e seu salto, com a eliminação de presente. Amanhã, creio que a garra e a vontade de vencer vão reaparecer. Afinal, é campeonato nacional, o Brasil todo estará assistindo. Ninguém quer fazer feio, né?

Para este jogo, o técnico Marquinhos Santos contará com o retorno de Vidal, Dalberto e Moisés. Os dois primeiros retornam de lesão, enquanto Moisés volta depois de cumprir suspensão. Além deles, também há uma expectativa sobre a volta de John Lennon (é o melhor lateral/meia do Brasil), que também estava/está lesionado.

A equipe realizou treinamentos fechados para o confronto. Entretanto, a expectativa é que os titulares sejam: Marcelo Carné; Vidal, Genilson, Sidimar e Eltinho; João Paulo; Bruno Alves, Moisés, Denner e Dalberto; Braian Rodriguez.

 

Roberson fez o gol da classificação, em 2016

(Foto: Arthur Dallegrave/E.C. Juventude)

 

A classificação em 2016

O Juventude nunca venceu o Grêmio na Arena? Nunca! Mas, já conquistou uma classificação diante dos gremistas. O primeiro jogo foi realizado no Alfredo Jaconi, em 21 de abril de 2016 e, para a surpresa de muitos, o alviverde saiu com a vitória.

Na época, o Ju venceu por 2x0, com gols de Roberson e Klaus. Uma bela vantagem e muitos jaconeros presentes na Arena, confiando na classificação e num possível título.

O segundo jogo ocorreu no dia 24 de abril de 2016. O Grêmio, à época comandado por Roger Machado, estava mordido pela derrota e queria, a todo custo, conquistar a classificação.

O tricolor começou melhor, devolveu os 2x0 e encaminhava a partida às penalidades máximas. Mas, a equipe não contava com a astúcia de Robershow. O centroavante (aliás, saudades) marcou o gol alviverde: 2x1. A partir de então, o Grêmio precisava de mais dois gols. Fez só mais um, com Bolaños. The end!

A classificação ficou com Ju. A emoção tomou conta da torcida. Lembro-me perfeitamente das lágrimas no rosto de todos os meus amigos. Aquele era um sinal de que aquele ano nos reservaria muitas alegrias. E reservou. Lembram como terminou o ano?

Juventude vice-campeão gaúcho, nas quartas de final da Copa do Brasil e garantido na Série B de 2017. Que ano, senhores!

Um replay daquela campanha não seria pedir muito! Eu confio em ti, Juventude!

 

Por: Carol Freitas