A UNIÃO FAZ A FORÇA!

 

As gurias do Avaí Kindermann garantem de goleada o lugar entre as quatro melhores na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro Série A1

 

Uma imagem contendo grama, edifício, pessoa, futebolDescrição gerada automaticamente

Foto: Andrielli Zambonin

Na tarde do último domingo (11), no Estádio Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador (SC), ocorreu pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A1, o duelo entre as Gurias do Avaí Kindermann e Iranduba.

Primeiro tempo:

As Leoas Caçadoras traçaram os seus objetivos para o jogo em busca da classificação dentro do G4, estiveram unidas durante os 90 minutos, e venceram o Iranduba por 3 a 0. 

As meninas de Caçador começaram o jogo com postura de ter a posse de bola, foram criando jogadas de ataque e seguiram furando o ataque de suas adversárias, no fim do primeiro tempo, Avaí Kindermann 2 x 0 Iranduba.

Segundo tempo:

O time de Iranduba voltou abalado para a etapa final, as gurias de Caçador perceberam e foram em busca de oportunidades de marcar mais outro gol, na reta final do segundo tempo, fecharam o placar, Avaí Kindermann 3x0 Iranduba. 

Com este resultado, o Avaí Kindermann entrou no G4 no Brasileiro Feminino, na quarta colocação com 27 pontos, já o Iranduba ficou com 10 pontos e já está rebaixado.

O técnico Jorge Barcellos destaca o equilíbrio entre as equipes. “Estamos felizes com a classificação, mas o trabalho continua. As equipes este ano estão muito equilibradas e com certeza a próxima fase não será fácil. Estamos trabalhando muito para trazer um resultado positivo.”, finalizou.

O Avaí Kindermann entra em campo novamente no dia 14/10, às 19h30, no Rio de Janeiro, contra o Flamengo.

Ficha Técnica:

Escalação Avaí/Kindermann: Bárbara; Bruna Calderan, Tuani e Karina (Thaini); Zóio, Duda, Julia Bianchi, Camila, Paty (Kira), Siméia e Lelê. 

Técnico: Jorge Barcellos.

Gols: Duda 13′ 1T, Bruna Calderan 44′ 1T e Lelê 42′ 2T
Arbitragem: Celio Amorim (SC), auxiliado por Jennifer Cassiane Soares (SC) e Ericles Izaura Artuzi (SC)

 

Mah Dutra

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.