A única vitória como mandante é nossa e a vaga no G5 também

 

 

O Sport fez mais uma vítima no Campeonato Brasileiro 2017. Avassalador, o Leão venceu a Chapecoense por 3 a 0, na Arena de Pernambuco. O atacante André marcou duas vezes e o meia Diego Souza também fez o dele. O time da Ilha possui o 4º melhor ataque da competição, com 19 gols marcados.

Com a vitória, o time de Vanderlei Luxemburgo sobe para a quinta posição. Mantém-se assim na zona de Libertadores, com 21 pontos. A equipe rubro-negra volta a campo pelo Brasileirão na próxima segunda-feira (17), contra o Botafogo, às 20h, no estádio Nilton Santos.

 

 

O tipo de imagem que fala por si só

(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

 

 

Diego Souza, destaque do time, iniciou a partida no banco de reservas, por opção do técnico Vanderlei Luxemburgo.  O jogo começou truncado, com muitos erros de passe e poucos lances a gol. A Chape recuou todo o time e ficou aguardando a oportunidade de iniciar o contra ataque na falha do Sport, enquanto isso, o time da casa não conseguia espaço para sair com a bola, esbarrando na forte marcação alviverde.

Luxemburgo identificou as falhas da equipe e na volta para o segundo tempo, o lateral Sander foi sacado para entrada do camisa 87, Diego Souza. Com isso, Everton Felipe e Mena voltaram às suas posições de origem. Demorou um pouco para o Sport se encontrar no jogo, mas aos 17 minutos, Everton Felipe deu um passe perfeito para André, que com muita frieza, livrou do goleiro Jandrei e abriu o placar.

 

 

Jogadores leoninos comemoram a vitória maiúscula da equipe

(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

 

 

A Chapecoense precisou partir para o ataque, em busca do empate, e o que aconteceu? Diminuiu a marcação e deixou a defesa aberta. Não demorou muito para o lateral Mena visualizar os espaços vazios e cruzar a bola para Diego Souza fazer o segundo, de cabeça. Na reta final do jogo, André recebeu a bola, em um lance semelhante ao primeiro gol e não desperdiçou. Mais um 3 a 0 para o Leão, que repete o placar da vitória contra o Coritiba, na rodada anterior.

O aspecto negativo na vitória é o goleiro Magrão, com um problema no músculo posterior da coxa direita e o atacante Osvaldo, com dores na panturrilha direita, foram substituídos durante a partida e serão reavaliados na tarde desta sexta-feira (14), para identificar a gravidade das dores.

 

 

FICHA TÉCNICA

SPORT 3 X 0 CHAPECOENSE

 


SPORT: Magrão (Agenor); Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Sander (Diego Souza); Rithely, Patrick e Everton Felipe; Mena, Osvaldo (Rogério) e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

 

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Douglas Grolli, Vitor Ramos e Reinaldo; Andrei Girotto (Luiz Antônio), Lucas Mineiro, Lucas Marques (Lourency) e Seijas; Wellington Paulista e Arthur Caike. Técnico: Vinícius Eutrópio. 

 

Local: Arena de Pernambuco.

Árbitro: Dyorgines de Andrade (ES).

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antônio Zanotti (ambos do ES). 

Gol: André, aos 17 minutos do 1º tempo. 

Cartões amarelos: Patrick e Ronaldo Alves (S); e Reinaldo, Apodi, Douglas Grolli, Lucas Marques, Andrei Girotto, Arthur Caique e Wellington Paulista (C). 

 

Beatriz Cunha