A vantagem é nossa!

 

 

No jogo de ida das semifinais, a Cobra Coral largou na frente na briga pelo título estadual, vencendo o líder Carcará.

 

 

Mesmo com o mistério no pré-jogo quanto à escalação, o comandante coral Vinícius Eutrópio fez o previsto e mandou a campo Júlio César; Vitor, Bruno Silva, Anderson Salles e Tiago Costa; David, Gino e Pereira; Éverton Santos, Halef Pitbull e Thomás.

Com o maior público temporada, mais de 22 mil tricolores empurrando o Santa Cruz para a vitória, a bola parada foi mais uma vez decisiva.

 

O JOGO

 

O Terror do Nordeste dominou o jogo e teve as melhores chances de gol durante toda a partida. Vimos um primeiro tempo apático, com alguns lances de perigo de gol. A preocupação na marcação e no setor defensivo era gigante. Das poucas vezes que o Salgueiro ameaçou a defesa coral, foi frustrado pelo consistente Júlio César, que não deixava a bola entrar.

O Santa Cruz voltou para disputar a segunda parte do jogo mais ofensivo. Atacando mais, buscando o caminho do gol. E ele veio! Aos 10 minutos, Tiago Costa foi derrubado dentro da área e a árbitra Deborah Cecília sinalizou pênalti para a equipe tricolor. Foi para a cobrança o nosso especialista em bola parada, nosso zagueiro artilheiro Anderson Salles.

Foto: Alfeu Tavares / Folha PE.

 

GOL DO SANTA CRUZ! Anderson Salles cobrou como costuma: com perfeição! No ângulo, indefensável para Mondragón. Que aproveitamento na bola parada, meus amigos!

 

Foto: Alfeu Tavares / Folha PE.

 

O Salgueiro sentiu o gol e ficou ainda mais retraído, e temendo a ampliação do placar se fechou e não criou chances importantes para o empate.

 

O Santa Cruz usou as três chances de mudança. Saíram Éverton Santos, Pereira e Thomás para a entrada de André Luís, Léo Costa e Elicarlos, respectivamente.

 

A equipe tricolor administrou bem o placar e conseguiu manter a vantagem até o apito final.

 

Vantagem e apoio da torcida

 

Fizemos apenas um gol, uma vantagem magra mas importantíssima para o próximo duelo que será no estádio Cornélio de Barros, ninho do Carcará, no próximo sábado (22) às 19h pelo horário de Brasília.

Basta um empate para a classificação às finais, em busca do tricampeonato.

A torcida atendeu o chamado e registramos ontem o maior público do estado neste ano. O público divulgado de pouco mais de 22 mil divide opiniões, já que visualmente parecia ser um número bem maior.

Torcedor coral, não abandone o clube do povo. Seu lugar é na arquibancada!


 

AVANTE SANTA!

Por Amara Lima