A vitória era o que Atlético e Cruzeiro queriam, mas no final ficou tudo igual.

Atlético e Cruzeiro protagonizaram neste domingo (18) um dos maiores clássicos do futebol brasileiro, as 16hrs (Brasília) no Mineirão.

 

Vivendo em situações distintas na tabela, o Atlético no G4 brigando pelo título e o Cruzeiro brigando pra sair o mais perto possível da tão temida zona de rebaixamento. As duas equipes precisavam muito da vitória, mas no fim o empate por 1 x 1 prevaleceu.

 

Melhores momentos

 

Como mandante do jogo, o Cruzeiro contou com um número maior de torcedores na arquibancada, com isso o time celeste começou o jogo indo pra cima, com a marcação um pouco mais alta, abafando o time Atleticano e antes dos 10 minutos do primeiro tempo, o mandante teve 3 escanteios ao seu favor, mas quem chegou com grande perigo foi o Atlético com Otero aos 9, a bola dele bateu no travessão. Aos 18 minutos, o Atlético chegou novamente,  desta vez com Fred que quase conseguiu se infiltrar na defesa adversária. Como todos conhecem clima de clássico, aos 24 minutos veio a primeira desavença de jogadores das duas equipes, jogadores do time alvinegro reclamaram da falta de um fair play vindo do atleta Ábila, o que gerou discussões e alguns empurrões, mas o juiz tratou logo de acalmar os ânimos.

Aos 30 outra chance pro lado atleticano que dessa vez não desperdiçou, o lateral Lucas falhou na marcação, o volante Jr. Urso encontrou Fábio Santos livre na ponta, o mesmo cruzou para Clayton  que não desperdiçou e de cabeça fez seu primeiro gol com a camisa do Atlético. Aos 43, o Cruzeiro perdeu uma chance inacreditável com Ábila, foi a famosa bola "tirada com o olho".

 

Fonte: Espn

 

No segundo tempo, o galo foi mais para cima da raposa, apesar de está ganhando por 1 x 0 é um placar magro que não ajuda, e no futebol tudo pode acontecer, inclusive um empate e uma virada do time adversário, então o time alvinegro tratou logo de buscar mais gols. Aos 8’ Fred deixou Jr. Urso na cara do gol, a bola tocou na trave do goleiro Rafael. Depois de inúmeras chances perdidas pros dois lados, o gol de empate do Cruzeiro veio aos 30 min com Robinho, Elber recebeu de Arrascaeta e tocou para Robinho que fez o gol de empate.

 

O jogo ainda teve duas expulsões, do lateral Lucas e do técnico Mano Menezes que ficou revoltado com a decisão.

 

A vitória para ambos os times seriam cruciais nesta partida, para o Atleticano as coisas ficaram mais difícil em relação ao título, mas o torcedor e toda equipe tem que seguir acreditando como sempre faz, não será fácil mas também não é impossível.

 

 

FICHA TÉCNICA

 

 

CRUZEIRO 1 X 1 ATLÉTICO

 

CRUZEIRO:

Rafael; Lucas, Bruno Rodrigo, Leo e Edimar; Henrique (Denílson), Ariel Cabral (Elber), Robinho e Arrascaeta; Rafael Sobis (Alisson) e Ramón Ábila. Técnico: Mano Menezes

 

ATLÉTICO:

Victor, Carlos César (Gabriel), Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca, Júnior Urso e Rômulo Otero; Clayton, Robinho (Cazares) e Fred (Lucas Pratto). Técnico: Marcelo Oliveira

 

Gols: Clayton (aos 30’1ºT) e Robinho (aos 30’2ºT)

Cartões amarelos: Fábio Santos, Rômulo Otero (Atlético); Lucas (Cruzeiro)

Cartões vermelhos: Lucas e Mano Menezes (Cruzeiro)

 

Público: 43.381

Renda: R$1.423.271,00

 

Motivo: 26ª rodada do Campeonato Brasileiro

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: domingo, 16 de setembro de 2016

Horário: 16h

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC/Asp. FIFA)

Assistentes: Alex dos Santos (SC/CBF) e Jose Roberto Larroyd (SC/CBF).

 

Por: Eduarda Moreira