13 anos depois, Corinthians volta a perder no salão de festas e ecoa o canto da torcida: TEM QUE SER HOMEM PRA JOGAR NO CORINGÃO!

Com tabu de mais de uma década, Corinthians sofre uma goleada para o rival e carimba a péssima temporada

 

Apático, Corinthians foi goleado pelo rival. Foto: Marcos Ribolli.

 

Ehhh Nação, tá difícil...o que a gente vai contar lá em casa? Um sonoro 4x0 para o rival, que é tão ou mais fraco do que nós, em uma noite apática e digna de se esquecer!

Soberano de fato no Morumbi desde 2003, quando o assunto é Brasileirão, o Corinthians saiu de campo tentando explicar os mais de 90 minutos de submissão ao time do Morumbi. Cássio, não encontrou palavras para justificar- se é que existe justificativa- e zerou o estoque de palavrões a beira do gramado. O lateral Fagner, também tentou justificar, o injustificável:

 

“Acho que por tudo o que deixamos de fazer no jogo cada um tem que deitar no travesseiro e repensar, ver o que pode fazer de melhor. Vestir a camisa do Corinthians e fazer o que nós fizemos hoje (sábado) não é digno. Temos que melhorar muito”-disse o lateral-direito Fagner

 

Sim, Fagner é totalmente indigno e inaceitável! Não basta apenas repensar, vocês tiveram mais de uma semana para sanar os erros cometidos diante da Chapecoense e mesmo assim, continuaram com a postura de time de série D. Salários milionários, CT de primeiro mundo, gramado como um tapete, e no fim? Mais desculpas, derrotas e lamentações, seguidas do pedido de paciência!

Oswaldo de Oliveira, que está a apenas 20 dias no comando da equipe, culpou a arbitragem, mas sejamos sinceros com nós mesmos: um gol no início da primeira etapa, seria a causa de tamanho estrago? Foi o gol o responsável pelo sumiço dos 11 corinthianos em campo?

 

Como explicar o apagão alvinegro? Foto: Lance!

 

Há pouco menos de um ano, o time reserva do Corinthians, goleava o mesmo rival por 6x1, deste elenco poucos permaneceram e protagonizaram o vexame de ontem (05). Perdemos de lá pra cá, 8 titulares, vários reservas, a comissão técnica e nosso grande maestro, Tite. Mas o que perdemos mesmo, foi a raça em campo!

Um time totalmente, morto, sem físico, sem sangue nas veias! Romero correndo sozinho, como se estivesse numa roda de bobinho, indo de lugar nenhum para lugar nenhum. Nossa zaga, tão imponente e respeitada outrora, além de minúscula, não impõe respeito em mais ninguém. O meio de campo, um show de horrores, os jogadores são reservas, dos reservas do Íbis: Marquinhos Gabriel, não honra o salário que recebe, Willians não merece usar a camisa do Timão, Giovanni Augusto não mostrou a que veio e Camacho, não é a solução.

No Majestoso, venceu quem jogou, quem quis vencer, quem quis honrar a camisa do clube que paga o salário no começo do mês. Um time que mesmo limitado e afundado na tabela, jogou o clássico como uma decisão. E bastou a vitória para a torcida do rival, que mal vai ao estádio, a menos que haja promoção de 10 contos, se achar a dona do Brasil. Engraçado que na segunda feira contra o América ninguém apareceu... curioso...no mínimo curioso…

Como diz o jargão do momento “saíram da jaula” um monte de? bicho! E estão comemorando como se fosse final de campeonato. Mas pensando bem...sem ganhar nada há tantos anos, título maior que vencer o Corinthians, em seu próprio estádio o rival não conseguirá!

Falta pouco para o fim da temporada, estamos na sétima colocação e até o momento com a sorte das derrotas dos que lutam pelo G6, mas contar com sorte é muita mediocridade para um clube da grandeza do Corinthians. Um time que chegou a liderar a competição, foi cometendo erros, atrás de erros e a diretoria fingindo que nada estava acontecendo. Com a sacolada de ontem, novamente a dúvida paira no ar...e agora? até quando?

De uma coisa eu e milhões de Corinthianos, tem certeza: Roberto de Andrade, saí do meu Corinthians! Aproveite o momento e a investigação e renuncie o cargo que o senhor nunca ,mereceu!

Senhor Andrés Sanchez, chega de fazer do Corinthians, sua marionete! Aos jogadores, como dizia a torcida: TEM QUE SER HOMEM PRA JOGAR NO CORINGÃO!

Meu Corinthians é e sempre será maior que qualquer torneio, que qualquer placar, que qualquer jogador que possa vestir a camisa do clube! Reitero mais uma vez meu pedido: RESPEITE O TORCEDOR CORINTHIANO!

 

por Mariana Alves, Pelo Corinthians, com muito amor, até o fim!