24 de junho é um dia iluminado!

 El último diez e La pulga juntos, na Copa do Mundo de 2006 realizada na Alemanha. 

      (Fonte: Divulgação da Internet) 

 

Dia 24/06/1978 nasceu em San Fernando, na Argentina, um dos maiores craques que já vimos jogar. Trata-se de Juan Román Riquelme. Ele que comandava o meio campo como ninguém, jogou no Boca Juniors (em duas oportunidades), Barcelona (da Espanha), Villarreal (também da Espanha) onde foi um dos destaques (senão o maior) ao levar a equipe a uma inédita semifinal de campeonato continental e também no Argentinos Juniors. 

 

Em suas duas passagens pelo Boca, foi ganhador de inúmeros títulos, aos quais são três Libertadores (2000, 2001 E 2007), a Intercontinental de 2001, além dos títulos a nível nacional. Com a camisa Albiceleste ganhou a medalha de ouro nas Olimpíadas de 2008, além de ter sido o camisa 10 da Argentina na Copa do Mundo de 2006. 

El último diez se aposentou dos gramados em 2015, quando defendeu o Argentinos Juniors. 

 

Já em 24/06/1987 nasceu em Rosário o atual camisa 10 da seleção Lionel Messi. La pulga, como é carinhosamente chamado, já ganhou seis vezes o prêmio Chuteiras de Ouro da UEFA, além de ganhar cinco vezes (sendo quatro delas seguidas) a Bola de Ouro da Fifa. 

Lio começou sua carreira na categorias de base do Newell's Old Boys, mas logo foi para a Espanha, onde chegou em 2000. A primeira partida no time principal do Barcelona aconteceu em 2004, quando jogou contra o Espanyol pela La Liga. Herdou a camisa 10 do time catalão após a saída de Ronaldinho Gaúcho (a quem chama de irmão) em 2008. 

 

A estreia com a camisa Albiceleste ocorreu em 2005, pelo Mundial Sub-20. Pela seleção principal marcou seu primeiro gol na Copa do Mundo de 2006, no jogo contra a Sérvia e Montenegro, ainda pela fase de grupos. Naquele jogo em que a Argentina aplicou uma goleada por 6-0, La pulga se tornou o quinto jogador mais jovem a marcar gol em Copa do Mundo. Conquistou, juntamente com Riquelme, a medalha de Ouro nas Olimpíadas de 2008. 

 

Nas bastasse um, mas dois gênios no futebol argentino tiveram a graça de nascer no mesmo dia. Parabéns ao Román pelas 41 primaveras e a Messi pelas 32. 

 

Não só os argentinos, mas o mundo agradece por esses dois nos terem brindado tantos lances lindos e dignos de serem aplaudidos de pé! 

 

Meus parabéns craques. 

 

Por Adri Domingos