+3 PONTOS PARA O MENGÃO

Sábado, dia de líder em campo, dia de Flamengo, mas dessa vez, no Mineirão, contra a raposa, mas parecia que o jogo era no Maraca, só se ouvia a torcida Rubro-Negra fazendo a festa rumo a mais uma vitória pelo brasileirão.

Fonte: Alexandre Vidal

O Flamengo chegou a sua sétima vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro ao vencer o Cruzeiro neste sábado (21), por 2x1, com gols de Gabigol e Arrascaeta.

O gol do time carioca saiu da cabeça dele, dele mesmo que você está pensando. O artilheiro do campeonato! Com um cruzamento de Gérson, Gabigol subiu entre dois e abriu o placar no Mineirão.

O gol de empate dos cruzeirenses saiu aos 35', em um pênalti em cima de Pedro Rocha. Um lance polêmico. Thiago Neves foi para a cobrança e converteu. 1x1.

Em 21' do segundo tempo, Willian Arão mandou rasteiro para Gabigol, o atacante fez um corta-luz, a bola sobrou para Arrascaeta e... Lei do ex! O camisa 14 estufou as redes colocando novamente o Flamengo na frente do placar. 2x1.

Fonte: Alexandre Vidal

 

No entanto, a vitória, não foi suficiente para que o técnico Jorge Jesus não se revoltasse contra a arbitragem do duelo. O gol cruzeirense foi marcado após um suposto pênalti em cima de Pedro Rocha.

Na coletiva, o técnico não economizou críticas à arbitragem com marcação da penalidade feito por Rodrigo Caio.

"... Poderia ser mais fácil se o pênalti não tivesse decidido. É difícil marcar contra o Flamengo. Hoje em uma grande decisão, Rodrigo Caio não tocou no Pedro. Na dúvida, sempre é contra o Flamengo. Não quero favorecimento, não quero ser prejudicado. " - relatou Jorge Jesus indignado.

Desde já, obrigado Cruzeiro Cabuloso pelos seis pontos, ano que vem nos vemos novamente! Ou não... a série B pode estar próxima.

Com a conquista dos três pontos, o Mengão chegou a 45 pontos na tabela. Os comandados de Jorge Jesus voltam a campo nesta quarta-feira (25), para enfrentar o Internacional, às 21:30h.

Seguimos, com os pés no chão, em direção ao topo.

TUA GLÓRIA É LUTAR!

 

Por : Rhayanne Athyrssa.