3 PONTOS QUE VALERÃO 6...

 

Após perder o Choque-Rei na noite de quarta-feira, neste domingo o São Paulo encara o Figueirense no Morumbi, às 11h (Brasília), pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto é direto e de extrema importância para as duas equipes, que lutam para conquistar pontos e tentam respirar um pouco longe do Z4.

 

 

 

PREPARAÇÃO

Os treinos começaram já na quinta-feira, e se estenderam por todos esses dias. Já neste sábado, Ricardo Gomes comandou a última atividade pela manhã, e a imprensa pôde acompanhar o aquecimento e os primeiros exercícios.

A segunda parte foi um coletivo com portões fechados, onde o treinador apontou as características do adversário, além de aprimorar as cobranças de faltas e escanteios.

Ao término do treino, também foi dada uma atenção às finalizações, que ultimamente não estão saindo como deveriam.

 

Foto: Globo Esporte

 

O JOGO

Sem poder contar com Breno, Wellington e Ytalo (cirurgias no joelho), Lucas Fernandes (cirurgias no joelho e no ombro), Renan Ribeiro e Bruno (aprimoram forma física), Rodrigo Caio (trauma no quadril direito, além dos pontos na boca), Carlinhos (trauma no pé direito) e Mena (suspenso por amarelo), e ainda Michel Bastos, Ricardo Gomes relacionou 23 jogadores para a partida.

Buffarini e Cueva retornam ao time, e Douglas e Robson, zagueiro e atacante contratados recentemente, também fazem parte da lista.

Uma boa novidade será a presença do atacante da base David Neres no banco de reservas. A joia tricolor treinou ao longo dos dias juntamente com os profissionais, e deverá ter uma chance no Morumbi.

A escalação do São Paulo deverá ser composta por Denis; Buffarini, Maicon, Lyanco e Matheus Reis; Hudson, Thiago Mendes e Wesley; Kelvin, Cueva e Chávez.

O árbitro principal será Dewson Fernando Freitas da Silva, auxiliado pelos assistentes 1 e 2, Alessandro Rocha de Matos e Hélcio Araújo Neves, respectivamente.

 

OPINIÃO DA COLUNISTA

 

A 1 ponto da zona de rebaixamento, o São Paulo precisa entrar em campo ciente que se perder estará no Z4 ainda nesta rodada.

É importante também que a torcida compareça ao estádio, que lote o Morumbi e que empurre o time, pois parece que o psicológico dos jogadores está abalado e eles perderam as forças para buscar reverter as coisas.

Sinceramente, não sei o que acontecerá amanhã durante e após o jogo. O que sei é que eu continuarei sendo otimista e torcendo para o clube sair dessa lama na qual ele está atolando os pés cada vez mais...

Amanhã, São Paulo, é matar ou morrer!

 

#juntossomosmaisfortes


por Renata Chagas