33 VEZES LIONEL MESSI

 

Foto: Divulgação/Internet

 

No dia 24 de Junho de 1987, na cidade de Rosário, na Argentina, nascia o melhor jogador de futebol da história, Lionel Andrés Messi Cuccittini, que carrega consigo poucos recordes como:

 

• 6 vezes Ballon d’Or/Melhor Jogador do Mundo da Fifa, sendo 4 desses ganhou consecutivamente;

• 6 vezes chuteira de ouro;

• Maior goleador e maior ganhador de troféus pelo Barcelona; 

• 440 gols pelo campeonato espanhol; 

• Mais gols marcados em uma única edição da liga, 50;

• 8 Hat-Tricks na Champions League; 

• Mais Hat-Tricks na La Liga, 36;

• Maior Assistente da La Liga, 186;

• Maior Assistente da Copa América, 12;

• Jogador com mais gols em uma única temporada europeia, 73;

• Jogador com mais gols em um único ano, 91;

 • É o maior artilheiro da seleção argentina;

• É o argentino mais jovem a marcar um gol em uma copa do mundo. 

 

De títulos tem "apenas":

 

• 10 Campeonatos Espanhóis; 

• 4 Champions League;

• 8 Supercopas da Espanha;

• 6 Copas do Rei;

• 3 Supercopa da UEFA;

• 3 Mundiais de Clubes;

• Mundial Sub-20; 

• Jogos Olímpicos 2008.

 

Único a ganhar seis bolas de ouro!

Foto: Divulgação/Internet

 

Tudo começou quando foi chamado para completar o time em uma partida quando tinha apenas 4 anos, no clube localizado a quinze quadras de casa sua casa, o Abanderado Grandoli. 

Logo aos 7 anos, ingressou nas categorias de base do seu clube do coração, Newell's Old Boys, onde se destacou com sua habilidade e rapidez, sendo superior a meninos bem mais velhos do que ele. 

Com apenas 11 anos de idade, foi diagnosticado com uma deficiência do hormônio de crescimento. O futuro talento precisou de cuidados especiais. Messi teve que levar aproximadamente duas mil agulhadas que eram alteradas nas pernas a cada noite quando criança, que custava cerca de 900 dólares financiado pela fundação onde seu pai trabalhava.

Aos 13 anos foi para o Barcelona e, com isso, se mudou para a Espanha junto com sua família. Com seu 1.40 de altura, conseguia se sair bem contra garotos já dois anos mais velhos. O clube espanhol se ofereceu para pagar seu tratamento médico. Além disso, seu primeiro contrato foi assinado, simbolicamente, em um guardanapo. 

 

Foto: Divulgação/Internet

 

A primeira partida com o time principal do FC Barcelona foi em um amistoso contra o Porto, no dia 16 de novembro de 2003. Porém, o primeiro jogo oficial só foi acontecer um ano depois, contra o Espanyol, em 16 de outubro de 2004. Já o primeiro gol aconteceu contra o Albacete, em 1º de maio de 2005. E cá entre nós foi um golaço de cobertura, com passe do "Bruxo" Ronaldinho Gaúcho. 

O resto é história. Os números de Messi pelo Barcelona são impressionantes. Coisa de outro mundo, foram gols, assistências, ótimas jogadas individuais, além do vasto currículo de títulos.

Em 2010, veio o seu 100° gol com a camisa do Barcelona, na vitória sobre o Sevilla por 4x0. Nesse jogo também saiu seu 101° gol e uma sequência de 11 gols em 5 jogos. 

Estamos enfrentando momentos difíceis. Às vezes bate até vontade de desistir e realizar um sonho parece ser algo surreal. 

Mas quem disse que devemos desistir e nos entregar? É nas fases ruins que precisamos tirar o melhor de nós. Sonhar, lutar, e realizar. Tirar as pedras que obstruem os caminhos, superar os obstáculos, olhar para você e admirar o seu melhor. 

E Lionel Messi sabe muito bem o que é isso. Para alcançar as estrelas, Messi também passou pela escuridão.

Nesta quarta-feira (24), o camisa 10 do Barcelona completa 33 anos. Com experiências boas e ruins, lutas, vitórias, angústias e até uma pressão exagerada e injusta nas costas. Qual peso seria esse? O momento ruim que seu time atual vivencia? Não. O peso de ser constantemente criticado e muitas vezes julgado por não ter um título expressivo pela seleção Argentina.

 

Foto: Divulgação/Internet

 

Pelo seu talento que encanta os amantes de futebol, às vezes achamos até que não, mas Lionel é humano. Parece ser de outro planeta pelas suas habilidades de lidar com a bola dentro de campo, mas não é. Ele chora, ri, sente como a gente.

Colocou o sonho de milhares nas costas. 

Os vices pesaram, a responsabilidade aumentou e as críticas não pararam. Mas, na sua caminhada, nunca desistiu. Superou seu próprio corpo e diagnósticos que foram totalmente desfavoráveis da medicina, venceu adversários que pareciam imbatíveis, conquistou o que nos parecia impossível e se tornou o melhor, o melhor do Mundo. Uma única vez não bastava, e sim seis.

Você pode ficar surpreso(a), ou às vezes já sabia, mas o estilo musical preferido do jogador é reggae. A letra que Messi gosta e que lhe inspira reflete um pouco de sua carreira:

"Nada é sem esforço. Tive uma visão que me levou a tudo isso. Sigo, sigo e sigo. Nunca pensei em me retirar. Não tenho uma alma covarde. Sempre olhei para o futuro. Esse é meu rumo"... (Inspiração de Lionel em sua carreira).

 

Que Lionel Messi possa nos proporcionar por um longo tempo o seu futebol, o futebol que encanta à todos, o futebol que dá gosto de ver, o seu futebol, o incomparável.

 

Lionel Andrés Messi, pequeno no tamanho, mas gigante no talento.

 

O menino que não podia crescer se tornou o “maior de todos" 

Foto: Divulgação/Internet

 

Obrigada por deixar o futebol mais bonito. GOAT!

 

Por: Rhayanne Athyrssa e Thais Santos 

 

*O BlogMec esclarece que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog.