59 É NOSSO, 88 TAMBÉM!

Foto: EC Bahia


 

Saudações Tricolores! 

 

Há semanas atrás vivemos a emoção daquele jogaço entre Bahia e Fluminense pela semifinal do Brasileirão de 88, já neste domingo (17), a partir das 16h, toda a nação tricolor terá a oportunidade de acompanhar, com narração original da época, o famoso Esquadrão de Aço comandado por Bobô, levantar a taça de BICAMPEÃO BRASILEIRO! 

 

Era o nordeste em foco, era o Bahêa sagrando-se campeão fora de casa, diante do Internacional, em uma Beira-Rio completamente lotado. 

 

A final foi decidida com jogos de ida e volta. Na ida, lá na Fonte Nova, casa mais uma vez lotada pela massa tricolor. Os torcedores presentes viram nosso Esquadrão sair atrás no placar, mas como todo bom baiano, a peteca não caiu e a empolgação logo voltou ao normal. Tanto que, Bobô, nosso homem de ouro, conseguiu empatar a partida e depois fazer o impossível, que foi virar o placar a nosso favor para 2x1 e fazer a Fonte Nova explodir de alegria. Ali o Bahia quebrou uma série invicta do Internacional, comandado por Abel Braga e que nunca havia perdido para a equipe baiana em jogos oficiais (até aquele momento). 

 

Foto: Reprodução/Internet

 

Se no primeiro jogo Professor Evaristo de Macedo teve lá desfalques de Gil e Paulo Robson, no jogo de volta os dois estiveram em campo para ajudar o time na conquista.  

 

O time em campo contou com: Ronaldo; Tarantini, João Marcelo, Claudir e Paulo Róbson; Paulo Rodrigues, Gil Sergipano, Zé Carlos e Bobô; Charles e Marquinhos.

 

O jogo da volta que aconteceu somente em 19 de fevereiro de 1989, o Bahia precisou segurar o empate para levantar a taça no Gigante Beira-Rio. 

 

Por mais que o duelo tenha sido sem gols, o confronto não foi nada morno. O Inter de Abel Braga desperdiçou duas boas chances, e era nessas horas que o Tricolor de Aço puxava o contra-ataque com perigo.

 

Bobô o nome do jogo anterior quase infartou a torcida do Bahia e do Inter de uma vez só, mandou uma bomba na trave, mas aquele duelo sairia mesmo no 0x0. 

 

Após os 90 minutos, o apito final decretou o clube nordestino bicampeão nacional! BBMP!

 

O torcedor tricolor que quiser garantir uma réplica do ingresso poderá comprar pelo aplicativo oficial do clube, o “BBMP”, por um valor simbólico de apenas R$ 5,00 reais. Uma grande chance de ter uma lembrança desse momento histórico guardado com todo carinho.

 

Domingo é dia de rever mais um momento de glória da nossa história, dia de fazer aquele churrasquinho e comer água (mas sem aglomeração), dia de gritar na janela BBMP e de se emocionar com o Maior do Nordeste! 


 

Ninguém nos vence em vibração!

 

Com amor e saudades, Adriene Domingos e Ana Neves

 

*O conteúdo trazido nesta coluna não reflete, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo