767 VEZES LIONEL MESSI

 

Barcelona goleia Huesca e cola na liderança

 

Foto: Site Oficial Barcelona

 

Sinto em dizer que testei positiva para 100% iludida com o Barcelona. Uma verdadeira máquina, não tem adversários à altura que segure esse time. 

 

Nesta segunda-feira (15), os coringas de Koeman fizeram mais uma vítima, dessa vez foi a equipe do Huesca, lá no Camp Nou, onde vencemos por 4x1.

 

A partida foi marcada por homenagem a Lionel Andrés Messi Cuccittini, que juntamente com Xavi Hernández, possui 767 partidas com a camisa Culé.

 

O clube postou um vídeo em suas redes sociais, onde jogadores e ex-jogadores prestaram homenagens ao ídolo argentino e fizeram a famosa comemoração do camisa 10. 

 

O comandante da equipe falou sobre a marca atingida por Messi:

 

“Messi igualou Xavi... Não há dúvida de que ele é o homem mais importante da história do Barça. Temos sorte de ainda estar conosco.”, disse Koeman.

 

Realmente, o Argentino é o homem mais importante na história desse time e vai levar esse "título" pelo resto da vida. Os números, gols, lances do camisa 10 são surreais. A cada dia ele mostra que realmente não é desse planeta e é muito o melhor do mundo.

 

Messi chegou a 698 gols marcados em 767 jogos com a camisa do Barcelona, e é artilheiro do Campeonato Espanhol com 21 gols feitos. O camisa 10 tornou-se o primeiro jogador na história a marcar mais de 20 gols em 13 temporadas seguidas nas principais ligas. Simplesmente o maior, não tem jeito!

 

Como a noite era toda dele, nada melhor do que uma belíssima atuação de Lionel. Tivemos direito a dois gols do gênio e um deles um verdadeiro golaço, assistências e mais recordes para a sua carreira.

 

A partida foi inteiramente nossa, mandamos do começo ao fim, e não demorou muito para o placar ser aberto. Aos 12', o argentino mandou um balaço de fora da área, no ângulo do arqueiro rival, que viu a bola tocar no travessão antes de entrar.

 

Minutos depois, foi a vez de Jordi Alba carimbar a trave em um chutão, mas dessa vez a bola cismou em não entrar. O jogo inteiro só deu Barcelona, a equipe rival pouco atacava e assustava a meta de Ter Stegen.

 

Aos 34', veio outro golaço, desta vez de Antoine Griezmann, jamais criticado e chamado de pipoqueiro por esta colunista. O dono da 7 recebeu a bola de fora da área, dominou e mandou no ângulo de Álvaro Fernandez fazendo 2x0 para o time Culé.

 

Aos 41', De Jong teve a chance de ouro de deixar o dele após um ótimo cruzamento de Alba, a bola encobriu o goleiro, mas acabou tocando no travessão e indo para fora. Nesta partida o nosso grande adversário sem dúvida alguma foi a bendita trave que impediu vários gols culés.

 

A partida seguia para o fim, quando o árbitro, juntamente com o VAR, arrumou aquele pênalti maroto para o Huesca. O lance não foi pênalti nem aqui e nem na China, fomos literalmente garfados e aos 48' Rafa Mir diminuiu para os visitantes.

 

“O pênalti? Se o VAR entra, não é marcado. Todo mundo viu isso. Ter Stegen não tocou no jogador do Huesca. Não entendo como se apita um pênalti assim, mais uma vez…", disse Koeman sobre o pênalti marcado contra o Barça.

 

Foto: Site Oficial Barcelona

 

Voltamos para a etapa final no mesmo gás que no primeiro tempo e, logo aos 8', veio o terceiro gol Culé. 

 

Mingueza, nunca criticado pelos seus pênaltis bobos cometidos, aproveitou o lançamento de Messi e de cabeça mandou para o fundo das redes, fazendo seu primeiro gol pela equipe principal e mostrando que nem de cometer pênaltis infantis se vive um zagueiro Culé.

 

Aos 11', os deuses do futebol mostraram que são culés e que a noite seria nossa. Rafa Mir, o mesmo que fez o gol do Huesca no primeiro tempo, teve a chance de fazer o segundo dele na partida após a bola sobrar para ele livre na área de Ter Stegen, e praticante sozinho, literalmente sozinho e em cima da linha, o atacante rival mandou a bola por cima do gol.

 

O Barça teve outras inúmeras chances de golear o Huesca, mas a bola insistia em não entrar, e só foi entrar no apagar das luzes, aos 44' da etapa complementar, com ninguém menos que Lionel Messi.

 

O argentino fechou o caixão do adversário, mandando a bola no canto direito do goleiro rival, que ainda teve um leve desvio no caminho antes de morrer no fundo do gol fazendo 4x1 Barcelona e nos deixando 100% on na disputa pelo título.

 

Esse triunfo nos deixa a apenas 4 pontos do líder, e ainda temos o confronto direto. Não podemos mais perder pontos para seguirmos na briga por esse título, temos sim que torcer para o tropeços dos dois times de Madrid, mas antes de tudo precisamos fazer a nossa parte.

 

Em entrevista, Koeman falou sobre a briga pelo título: “Eu sempre disse que o campeonato ainda é possível. A equipe está bem, confiante e sabe que não pode perder mais pontos, pois já perdeu muito.”

 

Que o elenco continue jogando bem, indo para cima do adversário e saindo de campo com os três pontos no bolso. Ainda estamos muito vivos na competição e porque não sonhar com um doblete (La Liga e Copa do Rei).

 

Classificação e próximo jogo:

 

Com o resultado, voltamos para a segunda colocação, a quatro pontos do líder Atlético. Retornamos ao gramado neste domingo (21), às 17h (horário de Brasília), contra a Real Sociedad.

 

Foto: Site Oficial Barcelona

 

Pero nunca dejaré de ser del Barça. La decepción es temporal, el amor por ti es eterno!!  

 

 

¡Visca El Barça!

 

Por: Thais Santos

 

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.