Abaixem as mãos! O assalto acabou!

O que vimos nesta noite de domingo (23) no Couto Pereira foi um verdadeiro assalto. Enfrentando o Fluminense em casa, o Coxa queria somar três pontos para se distanciar da zona do rebaixamento.

Não jogou bem o primeiro tempo, tanto que aos 14 minutos Gum abriu o placar para o visitante. Após tomar o gol, o técnico Carpegiani decidiu mudar o time, saiu Luccas Claro e Raphael Veiga para a entrada de Kleber e Gonzáles, respectivamente. Aos 41 minutos, Kleber dividiu uma bola com Welington Silva, uma falta normal, em que o lance não era nem para cartão amarelo, mas o juiz totalmente despreparado, mostrou o vermelho direto para Kleber. A atitude do árbitro causou euforia entre os jogadores, que foram para cima do árbitro, todos tentando entender o que havia acontecido. Quem estava no estádio não conteve a indignação, até mesmo na televisão os comentaristas tentavam achar explicação para a expulsão de Kleber. O árbitro na sequência afirmou que expulsou o atacante por reclamação, o que sabemos que não foi...

FOTO: globoesporte.com

No segundo tempo, com um a menos, o Coxa foi para cima e, guerreiro, não desistiu de buscar o gol do empate. Aos 18 minutos, Kazim deu um belo passe para Leandro que não dispensou a oportunidade, mandando a bola para o gol. Na sequência, o Fluminense tentou, mas Wilson salvou o Coxa. Aos 30 minutos Kazim sentiu a coxa, saiu de campo com dores e como o Coxa já havia feito suas três alterações, mesmo com dores, ele voltou para o jogo. Aos 31 minutos o Fluminense chegou a marcar o segundo gol, mas o bandeirinha assinalou impedimento corretamente.

Mesmo machucado, Kazim foi para cima e o atacante merece nossos aplausos pela atitude, já que não deixou o time na mão e fez o que pode para ajudar. O Coxa tentou com algumas cobranças de falta perigosas, desperdiçou a oportunidade e o jogo acabou em 1x1, mas o Coritiba mesmo com um a menos não teve medo e encarou o Fluminense. Parabéns ao time da alma guerreira, que poderia ter virado esse jogo se Kleber não tivesse sido expulso injustamente.

A rodada foi marcada por erros de arbitragem, até quando? Times sendo desfavorecidos, árbitros despreparados e essa não é a primeira nem a última vez que o Coxa vai ser prejudicado, ainda mais quando se trata de times do eixo. Na imagem, vemos a feição de Welington Silva, que não sabia se o cartão era para ele ou qual era a justificativa caso o cartão mostrasse a expulsão de Kleber. Enquanto isso, páginas relacionadas ao Fluminense acham "lindo" o ocorrido e desmerecem a equipe do Coxa, não pagam a série B e ainda estufam o peito para dizer que o "roubo" foi justo. O que cabe agora ao Coritiba é recorrer, não desmerecendo o time do Fluminense jogou o que sabia e conseguiu o gol, mas sim, o Coxa deve recorrer quanto ao árbitro e tomar as devidas providências.

Agora o próximo compromisso é pela Sul-Americana. Pelo jogo de volta, o Coxa enfrenta o Atlético Nacional na quarta feira (27) às 21h45 (Horário de Brasília).

Juntos até o fim!

Por Patrícia Moro

Curta Blog Mulheres em Campo