#ABaseVemTetra

Ontem, 25 de Janeiro, aniversário da maior cidade do país, dia de final da Copa São Paulo Jr, no Pacaembú. Talvez por trocadilho era São Paulo versus Rio de Janeiro, no caso: São Paulo contra Flamengo. Ah essa base, que tanto nos dá orgulho, que mostra exatamente a essência do rubro-negro, aquele nosso DNA preto e vermelho que corre nas veias de milhões de torcedores. E os garotos do ninho fizeram o que os profissionais não fazem a tempo: levantaram a primeira taça de campeão do ano pra gente.

 

(Créditos: Marcos Ribolli)


PRIMEIRO TEMPO

A decisão começou e logo aos 2', num cruzamento de Lucas Silva, o rubro negro ganhou um escanteio. Assim sendo, Pepê lançou a cobrança no meio da área e Wendel, sozinho, subiu bem e abriu o placar - ele que chegou a ser questionado no torneio. O São Paulo não se abateu e foi para o ataque. Os cariocas recuaram e viram o adversário crescer bastante com várias chances de gol desperdiçadas.
 

(Foto: Staff Images/ Flamengo)

 

SEGUNDO TEMPO

Já aos 2' foi a vez dos tricolores tentarem o empate, numa cobrança de falta quem Gabriel Sara executou muito bem e Rodrigo cabeceou sozinho para fora. Os rubro-negros, ainda mais recuados, só conseguiam segurar o ataque incansável do São paulinos. Ora a bola saia de raspão, ora batia na trave, ora o grande destaque do time do Flamengo, Yago, o goleiro fazia milagres. Para deixar os ânimos ainda mais aflorados para nós rubro-negros, houve 8 minutos de acréscimo, que mais pareceu a eternidade desesperada. Apito final e, enfim, levantamos mais uma taça.

CAMPANHA

O Flamengo acabou a fase de grupos sendo o líder na sua chave com 7 pontos. Atropelou o Elosport por 5x0, depois pelo placar de 1x0 eliminou Coritiba, Audax e Avaí. Já na semifinal deixou para trás a Portuguesa por 3x2.
 

(Foto: Staff Images/ Flamengo)

 

O GRANDE DESTAQUE

O goleiro Yago fez defesas dificílimas tanto na decisão, como na semifinal e ao longo do torneio. Mais uma vez a base mostrou que está pronta para dar conta do recado. Não por acaso boa parte do time está jogando o campeonato carioca no profissional.

O TÍTULO
Pela quarta vez disputamos uma final do torneio nacional mais importante das categorias de base e pela quarta vez levantamos a taça. Como disse Galvão lá em 1994, a gente gritou "É TRETA" (1990/ 2011/2016 e 2018). Que nossos meninos continuem nos dar alegria e que possam inspirar nossos profissionais a terem mais raça, amor e paixão pelo clube e a nação que eles carregam em campo. É bom saber que a base é f***! Ah 2018! Já chegou conquistando nossos corações rubro-negros e a continuar  a sonhar. Afinal: Vamos Flamengo!



Por Paula Barcellos