Acabou o Tabu

 

 

Nesta quarta-feira (15) o São Paulo foi até a Baixada enfrentar o Santos pela terceira rodada do Paulistão 2017. E o palco de tantas decepções para os são-paulinos desta vez estava ainda mais macabro, a quase seis anos os donos da casa não perdiam uma partida deste campeonato na vila (45 jogos), a  sete anos o Tricolor não sabia o que era vencer no alçapão e ainda tinha o fator torcida única. Estava tudo a favor dos donos da casa, mas no banco de reservas do Soberano estava um tal de Rogerio Ceni QUEBRADOR DE RECORDES!


 

O jogo

 

No começo do jogo peixe dominou como era de se esperar, e logo aos 10’ em um contra-ataque Victor Bueno deu uma linda finta em cima do Buffarini cruzando exatamente na cabeça de Copete que não desperdiçou e mandou pro gol abrindo o placar pros meninos da Vila 1 x 0, mas o time de Ceni não se abalou foi para o ataque e após Gilberto subir para cabecear Zeca fez a famosa alavanca derrubando-o e o pênalti foi marcado, Cueva bateu sem chances para o goleiro Santista 1x1, tudo igual no placar !


 

58a4f83d60dde.jpeg
(Guilherme Dionizio - Photo Press)

 

No intervalo o técnico do Tricolor paulista precisou mexer, tirou Neilton e colocou o menino Luiz Araújo daí em diante já se via um jogo diferente os visitantes estavam mandando no jogo, parecia brincadeira, o jogadores do São Paulo estavam mais ligados do que nunca, toque de bola perfeito enquanto os mandantes só se defendiam, e não demorou muito para o placar virar, aos 10’ o Lucas Lima foi receber a bola e Luiz Araújo esperto roubou a dele tocou para Gilberto, o centroavante meteu uma bola enfiada o menino de cotia que passou pelo goleiro Vladimir e com tranquilidade chutou pro gol, 2x1.
Os meninos da vila quase chegaram ao empate com uma cabeçada de Rodrigão, mas Sidão estava esperto e defendeu, em seguida o goleiro do Morumbi lançou para Araruna que puxou o contra ataque deu um passe para Cueva que se livrou de dois marcadores e deu um prato cheio para novamente Luíz Araújo marcar 3x1 São Paulo fechando o placar!

Depois do apito final deu para sentir como o clima entre os jogadores do Soberano está bom. União, confiança, parceria!

 

São Paulo venceu o Santos e atingiu a terceira vitória seguida em 2017 (Foto: Fernando Dantas/ Gazeta Press)


 

A estrela do jogo

 

E como sempre em toda partida há um destaque. Na noite desta quarta ele não estava dentro de campo estava no banco de reserva, isso mesmo Rogério Ceni o MITO foi a estrela do jogo, mesmo não jogando o técnico mostrou que está preparado para o que der e vier não deixando o time se abalar por tomar gol, fazendo as mudanças necessárias para que o time vá para frente e ninguém conhece o São Paulo e sabe a importância de ganhar um clássico melhor que ele, além disso, o primeiro classico oficial do ex camisa 01 é exatamente onde ele fez seu último jogo oficial.

 

O Fantasma da Vila não existe mais - Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net



 

“Nunca conto com número de gols, porque a proposta que tenho na minha cabeça é de um time para vencer. Você corre risco quando joga para ganhar. Você sofre gols. Importante é o encorajamento dos atletas, como tivemos com 11 chances contra o River Plate, na Florida Cup. Se for para jogar para trás, eu abro mão da profissão. Fiquei muito tempo atrás, agora quero jogar mais para frente (risos)” Destacou o Técnico


 

Ódio eterno ao futebol moderno !

 

Após o gol de pênalti Cueva comemorou com a mão no ouvindo, algo que ele já fez desde da época do Toluca e adivinha ? Cartão amarelo nele ! O futebol estava ficando robotizado, fez o gol, pega a bola e meio de campo as comemorações estão sem graça, não se pode nem olhar para arquibancada adversária!  Arbitragem brasileira porque está matando o futebol.

 

FICHA TÉCNICA:


 

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 15 de fevereiro de 2017, quarta-feira

Horário: 21h45 horas (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo
Cartões amarelos: SANTOS: Zeca, Rodrigão. SÃO PAULO: Thiago Mendes, Neilton, Cueva, Cícero

Público: 11.320 torcedores

Renda: R$ 455.425,00

 

GOLS:

SANTOS: Copete, aos 10 minutos do 1T.

SÃO PAULO: Cueva, aos 36 minutos do 1T, e Luiz Araújo, aos 10 e aos 27 minutos do 2T.

 

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri e Zeca; Thiago Maia, Leandro Donizete (Bruno Henrique), Vitor Bueno e Lucas Lima (Thiago Ribeiro); Copete e Rodrigão (Rodrigão). Técnico: Dorival Júnior

SÃO PAULO: Sidão, Buffarini, Rodrigo Caio, Maicon e Junior; João Schmidt, Thiago Mendes (Araruna), Cícero e Cueva (Bruno), Neilton e Gilberto. Técnico: Rogério Ceni

 

Por Beatriz Souza - Tuas cores gloriosas despertam um amor febril.