Acreditar sempre

Faltando apenas duas rodadas para o final da primeira fase do estadual, o Joinville segue na briga por uma das vagas nas semifinais. É verdade, que após o inesperado tropeço dentro de casa, para o Marcílio Dias, na última rodada, a classificação ficou mais difícil. Mas ainda existe a possibilidade.

 

Nesta quarta-feira (03), o tricolor enfrenta o Criciúma, no clássico Norte-Sul, em Criciúma, às 21h30, e precisa da vitória para aumentar as chances de classificação.

 

No primeiro turno, as duas equipes se enfrentaram em Joinville, em partida que marcou a primeira vitória do JEC no Catarinense, e também foi marcada pela forte chuva, que chegou a deixar o jogo paralisado por meia hora.

 

(Foto: Júlio César / JEC Divulgação)

 

E para este confronto, o técnico Felipe Surian terá os retornos dos volantes João Ananias e Leandro Bulhões, além do meia Caique que cumpriram suspensão na última rodada. Hugo Almeida é outro que cumpriu suspensão na última partida, mas será julgado pelo TJD-SC e caso for absolvido, será titular.

 

Jogando as últimas cartadas no Estadual, Surian irá abrir mão dos dois volantes, colocando mais um meia para armar as jogadas. Assim, só Leandro Bulhões jogará a frente da defesa, e João Ananias será deslocado para a lateral direita. Diego Bispo, que jogou improvisado na lateral, irá jogar na defesa ao lado de Luan ou Marlon, que brigam pela vaga. Outra dúvida é em quem estará ao lado de Rodrigo Figueiredo criando as jogadas, Robert e Caique disputam a vaga.

 

Provável JEC: Jefferson; João Ananias, Diego Bispo, Luan (Marlon) e Erick Daltro; Leandro Bulhões, Wellington Rato, Caique (Robert), Rodrigo Figueiredo e Nathan Cachorrão; Hugo Almeida (Rafael Grampola).

 

(Foto: Júlio César / JEC Divulgação)

 

No comando do clássico estará Wiliam Machado Steffen, auxiliado por Bruno Muller e Luiz Gustavo Ferreira de Souza. Os ingressos no sul do estado custarão R$ 30,00.

 

É JEC contra Criciúma, é Coelho contra Tigre, é Tricolor do Norte contra Tricolor do Sul. É clássico sim, é tradição.

 

É jogão, e precisamos dos três pontos, vamos acreditar até o final, e vamos buscar essa classificação e o título Catarinense de 2019.

 

Pra cima deles tricolor!!!

 

Por Daniela Cristina