Alívio com toque de esperança

 

 

 

unnamed.jpg

Gilvan de Souza - Flamengo

 

 

 

No próximo domingo, o Clube de Regatas do Flamengo entra em campo contra o São Paulo. Vivendo anseios diferentes no Campeonato Brasileiro, uma coisa em comum eles têm: inconstância, claro que devida as proporções. Se de um lado, os são paulinos brigam para não cair para série B, do outro os rubro-negros brigam para garantir a vaga da Libertadores do ano que vem. Sem dúvida, não brigar pra não cair, já está muito bom, já que vivemos isso na pele várias vezes. Porém o time que deu esperança e gerou muita expectativa, parece ser chinês ou paraguaio (foi mal as associações).

 

Bem, conseguimos vencer mais uma, logo depois da entrevista em que Rueda disse a meta para esse torneio: ganhar as dez últimas partidas. Meta justa, já que estamos falando de Libertadores, mas meio ousada visto as últimas apresentações da equipe. Ganhamos duas partidas seguidas, mas foi na raça. Infelizmente, os últimos 15 minutos em que conseguimos arrancar uma goleada, parecem ser a exceção. Então, o próximo jogo será apenas a segunda de dez, a gente como torcida apoia e acredita. Ok, apenas tenta, porém não faltará incentivo, mesmo que não mereça. Afinal isso aqui é paixão!

 

No próximo compromisso, o Mengão já tem alguns desfalques, como Guerrero que saiu machucado, está suspenso pelo terceiro amarelo e ainda pode ir jogar pela sua seleção, assim como Trauco. Logo a vaga deles estão em aberto, sendo Paquetá o nome mais cotado para entrar no ataque. No restante do time, é capaz de entrar quase a mesma formação da quinta passada. Provável escalação: Diego Alves, Pará, Réver, Juan, Renê, William Arão, Cuellar, Éverton, Diego, Éverton Ribeiro (Berrío) e Paquetá.

 

A partida será a trigésima rodada do Brasileirão, que entra em reta final. Com 46 pontos, o Flamengo foi para a sexta posição, ultrapassando o Botafogo por 2 pontos, 1 ponto atrás do quinto (Cruzeiro) e 4 pontos do segundo (Grêmio), terceiro (Palmeiras) e quarto (Santos) colocados com 50 pontos cada um. O jogo será às 17h no Pacaembu. Então que venha mais uma vitória, mesmo sabendo que será (?) difícil. Como nosso treinador já disse não aceitamos mais derrotas. Que tenhamos um belo jogo em que nosso Mengão mostre seu verdadeiro futebol e seu DNA de "raça, amor e paixão". Além de dar um alívio com ar de esperança para a próxima decisão (parte 1) em mais um clássico Fla-Flu, dessa vez pela Sul-Americana. Haja coração para nós cidadãos da Nação Rubro-negra! Mais uma vez, vamos Flamengo, rumo a 2/10!

 

 

Paula Barcellos