Alívio! O Coritiba fica na série A.

Sim! Estamos felizes, mas do que isso, estamos aliviados. O Coxa precisava apenas de 1 ponto, e foi isso que aconteceu. Na tarde deste domingo (07) o Coritiba entrou em campo contra o Vasco, precisando apenas do empate para permanecer na série A.

O jogo começou atrasado, com muita chuva, a bola mal rolava em campo e os jogadores escorregavam bastante, mas isso não impediu os jogadores de chegarem ao gol.

Aos 14' do primeiro tempo, Nenê ficou cara a cara com o goleiro Wilson, mas chutou a bola em cima do goleiro. Aos 31' Henrique Almeida recebeu boa jogada de Juan, mas na hora e finalizar, chutou torto e desperdiçou a chance e abrir o placar.

Sem muitos lances de perigo no primeiro tempo, o Vasco e o Coritiba vão para o intervalo de jogo apenas dependendo deles mesmo, já que os placares dos times que brigavam para não cair estava zerado.

Mas esse pensamento logo mudou, no início do segundo tempo o figueirense abria o placar contra o Fluminense e o Avaí abriu contra o Corinthians. O Vasco voltou com tudo pra cima do Coritiba, mas a chuva veio com mais força, formando poças no gramado o que dificultou ainda mais o jogo.

 

 

O segundo tempo foi mais fraco que o primeiro, com poucas chances. Mas o Coritba seguia vivo no jogo e Negueba chamou a torcida para cantar mais alto, ao som da galera que cantava sem parar : COXA COXA ! O time do Coxa foi mais para o ataque, mesmo com os jogadores do Vasco sempre afastando o perigo.

 

Pra piorar a situação do time cruz maltino, no finzinho do jogo, Jorge Henrique foi expulso por atirar água na torcida do Coxa e em um gandula.

Com isso a festa ficou com o Coritiba e sua torcida, já que o empate já garantia o time alviverde na série A. O Vasco neste momento não dependia apenas dele, Figueirense já havia ganho e o Avaí que acabou sendo rebaixado também, empatou com o Corinthians.

 

Aliviado! Foi assim que o time saiu de campo, festa da torcida, que pediu a permanência de Pachequinho, que gritou o nome de Wilson ( que já está confirmado para a próxima temporada) e Henrique Almeida ( que está com o futuro incerto no time). A torcida pediu também melhorias para não que vem, pois é o 4° ano seguido que o time luta para não cair.

"O apoio da torcida é fundamental, o torcedor tem um poder muito grande. Os jogadores sentiram que a torcida estava junto com eles e isso dá uma força muito grande para o trabalho acontecer. Eles acreditaram na gente e nos jogadores. Eu só tenho a agradecer", elogiou o treinador coxa-branca Pachequinho. 

Com isso o campeonato acaba, na reta final o Coritiba reagiu e se livrou do rebaixamento.

LUTAMOS JUNTOS ATÉ O FIM. E VAMOS LUTAR SEMPRE AO LADO E VOCÊS. SOMOS TODOS CORITIBA!

 

Patricia Moro