ALÔ FINAL, VEM TRANQUILA, SEM AFOBAÇÃO

(Foto: Christophe Simon e Philippe Huguen/AFP)

 

Após as suecas derrotarem as favoritas alemãs, elas  acreditam que podem derrotar qualquer um neste torneio. A adversária da vez é a Holanda, nesta quarta-feira (03), às 16h, em Lyon, valendo vaga na grande final.

 

Sofia Jakobsson foi a jogadora, que todos queriam conversar depois do duelo classificatório. A atleta não conseguiu segurar a emoção quando declarou: "Isso foi para o meu irmão".

 

 

ENTENDA A HISTÓRIA

O caminho para uma Copa do Mundo não é fácil e a Suécia chegou perto de perder. De fato, é graças a Sofia Jakobsson que elas estão aqui. Ela marcou o gol da vitória contra a Dinamarca, que as levaram ao topo do grupo de qualificação, e garantiu a classificação para o Mundial da França.

 

Isso foi em setembro do ano passado e muita coisa aconteceu na vida de Jakobsson, desde então. Neste inverno, ela recebeu um telefonema que nunca esquecerá:

 

“Minha mãe me disse que meu irmão estava no hospital em tratamento intensivo”, ela disse à TV4 sueca em uma entrevista antes da Copa do Mundo.

 

Seu irmão mais novo, Anders, a pessoa que ela diz ser a mais importante de sua vida, sofreu uma hemorragia cerebral depois de um acidente e nem os médicos sabiam se ele acordaria novamente.

 

Ela disse que ver seu irmãozinho com tubos saindo de sua boca e cabeça, era como algo que você só vê na TV. Por isso o visitou no hospital todos os dias durante doze dias, até que ele finalmente acordou. Ele então viu sua irmã e lentamente pegou a cabeça dela e colocou-a em seu peito. Desde então, a relação entre irmã e irmão cresceu mais forte do que nunca.

 

(Foto: Reprodução Internet)

 

Jakobsson tinha apenas cinco anos de idade na última vez que a Suécia conseguiu derrotar a Alemanha em uma Copa do Mundo. Então ela correu, encontrou seu caminho através da defesa e fez o que ninguém mais havia conseguido na França: ela marcou contra as alemãs.

 

Ela fez isso para que a Suécia pudesse reescrever a história,  chegar às semifinais e para que ela pudesse dizer ao mundo:

 

"Esse objetivo era para o meu irmão".

 

Lutando contra as lágrimas e os soluços, ela disse em sua entrevista: “Estou tão feliz de poder jogar esta Copa do Mundo depois de tudo o que aconteceu”.

 

PRÓXIMO DUELO

 

A próxima adversária será a Holanda, com Jakobsson e a Suécia prontas para criar ainda mais história na França.  

 

Taxadas como zebras, as suecas apostarão na força física para tentar tirar o 100% de aproveitamento holandês, que tem o ataque como trunfo. Além disso, a equipe de Peter Gerhardsson não terá desfalques para a partida, o que garante a dupla sensação do Mundial, Asllani e Blackstenius em campo.

 

Vale lembrar que a seleção classificada, jogará no próximo domingo, no estádio do Lyon, às 12h diante dos Estados Unidos. Já os perdedores jogam no sábado, às 12h, no estádio de Nice, para definir o terceiro colocado

 

Provável escalação da Suécia:

 

1 Hedvig Lindahl -4 Hanna vidro, 5 Nilla Fischer,3 Linda Sembrant, 6 Madalena Eriksson- 23 Elin Rubensson, 9 Kosovare Asllani, 17 Caroline Seger (K) - 10 Sofia Jakobsson, 11 Stina Blackstenius,22 Olivia Schough.

 

JOGUE COMO UMA GAROTA

 

Por Elluh Ferreira