Alô Palmeiras? Tamo chegando!

 

Sob o comando de Cristovão Borges, Corinthians chega a vice-liderança do Campeonato Brasileiro com segunda vitória consecutiva!


 

Romero autor do primeiro gol alvinegro. Foto: Globo Esporte


 

Em Campeonato de pontos corridos, se um clube quiser chegar longe terá a obrigação de vencer fora de casa. Neste Brasileirão, após quatro derrotas fora de casa ( Vitória, Palmeiras, Fluminense e Atlético MG), o Corinthians foi a Belo Horizonte, enfrentar o América e voltou a vencer longe da Arena.

O futebol apresentado não foi dos melhores, mas a baixa qualidade do América MG, garantiu mais três pontos pra conta alvinegra e de quebra a vice-liderança do Brasileirão. A estrela de Romero, sempre pedido como titular pela torcida, brilhou e o atacante estufou novamente as redes adversarias, chegando a artilharia do time na temporada, com 11 gols.

Logo aos 9 minutos, após escanteio cobrado por Giovanni Augusto, a zaga americana deixou o paraguaio livre e ele não desperdiçou e marcou. Era a chance do Corinthians dominar a partida e atropelar o lanterna, mas não foi o que aconteceu.

Depois do gol, o Corinthians passou a jogar no contra-ataque, na defesa e sem apertar a saída de bola, algo que ninguém compreendeu. Seria medo do adversário?

Os jogadores em campo, ignoravam os comandos de Cristovão e agiam por si só, enquanto o treinador tentava de todas as formas mudar o posicionamento do time. Com isso, o América passou a agredir mais e pressionar o Corinthians, mas pecava nas finalizações e nos passes errados.

O jogo ficou morno, sem efetividade e o Corinthians empurrava com a barriga a partida que poderia ser liquidada rapidamente. Luciano teve boa chance, mas carimbou a trave e o bandeirinha, erroneamente assinalou impedimento.

Na etapa complementar a melhor chance foi do coelho, aos 11 minutos em cabeceio de Adalberto, que passou rente a trave. Em lance com o próprio Adalberto, o juiz assinalou pênalti aos 29 minutos. Luciano dominou a bola com o braço, mas o juiz não viu e marcou o puxão de Adalberto. Marquinhos Gabriel, que estava apagado, bateu e converteu, 2x0.

 

Marquinhos Gabriel bateu bem e ampliou o placar! Foto: Antildes Bicalho/Photopress / Gazeta Press

 

A vitória do Corinthians e a derrota do Internacional, garantiram a vice liderança ao Timão. O triunfo, não ilude Cristovão que comentou:

 

“Não sei se a tabela me surpreende. Talvez. Normalmente, existem oscilações em termos de performance e resultado. Conseguimos uma regularidade de vitórias. Chegamos aonde estamos por isso. É algo muito importante porque dá confiança em meio a um trabalho de remontagem, em que estamos escolhendo jogadores”, completou Cristóvão.

 

Baixa para o próximo jogo e o retorno de quem não foi

 

O D.M alvinegro que já está lotado, ganhou um novo lesionado. Camacho que entrou no lugar de Rodriguinho, sentiu o posterior da coxa e foi substituído.

O volante será examinado e deve saber até sexta-feira a gravidade da lesão. Cristovão lamentou a perda do atleta, que foi contratado junto ao Audax.

A noticia que fez a semana bombar, foi a da reapresentação de Alexandre Pato. O jogador se integraria ao elenco nesta sexta-feira, mas teve o prazo estendido e deve chegar na terça-feira.

Roberto de Andrade deixou claro que não gostaria de emprestar novamente o atacante e Cristovão Borges, sinalizou o desejo de contar como futebol de Pato. No fim da partida contra o América, após novo questionamento Cristovão respondeu:

 

"Acho dele o que vocês todos acham. Ele é acima da média, é um grande jogador e tudo isso não se discute. Não passa nada por aí. A qualidade é indiscutível, é referente aos maiores times do mundo, à seleção. Vamos ter que conversar com ele e ver de que maneira vamos agir", explicou ainda o treinador

 

Ficamos esperando cenas dos próximos capítulos, pois o futebol de Pato é incontestável, mas a torcida não o vê com bons olhos.

Tão deixando a gente chegar...Alô Porcada? Cuidado, seu pior pesadelo voltou. Pode deixar que te ensinamos a jogar campeonato de pontos corridos!


Mariana Alves