Amar e torcer

Que a vida de um torcedor não é fácil, todo mundo sabe. Futebol é muito mais que vinte pessoas correndo em busca de uma bola. É mais que isso, é um objetivo, é uma felicidade, é uma conquista.

Somos a família azul e branca, aquela que não abandona nem nos piores momentos, aquela que canta e deixa a todos com uma imensa alegria de ter nascido cruzeirense. Quando estamos acompanhando, seja no estádio ou na tv nada mais importa. Fizemos do cruzeiro o nosso lar, depositamos nele a nossa felicidade.

Uma responsabilidade imensa, uma geração de fanáticos gritando o nome do time com amor, acreditando em oportunidades, acreditando em vitórias.

Amor é um termo que tem que ser usado, porque nós amamos. Torcemos, sofremos, empurramos o time e isso é amor.

Nas vitórias cantamos para alegrar, nas más horas para apoiar, Cruzeiro é um misto de sentimentos que ninguém consegue explicar. Somos uma nação que crê, que uma história faz um time, que títulos são preciosas coisas que fazem os nossos dias mais felizes.

www.futebolmarketing.com.br

A identificação com o cruzeiro vem desde muito cedo... Mesmo ainda sendo jovem, já vi belos triunfos cruzeirenses. O primeiro marco na história que eu presenciei foi o incrível 6x1, sobre nosso maior rival em 2011; depois veio o bicampeonato brasileiro consecutivo onde eu já entendia melhor o que estava acontecendo.

Esses últimos dois anos foram incríveis, era um prazer ver o Cruzeiro jogar, que saudade! Em 2015, vivemos altos e baixos, mas o time foi aguerrido. Mesmo com todas as dificuldades, 2015 nos trouxe muitas alegrias, esperamos subir na tabela cada vez mais.

Torcer: uma palavra com mil definições, mas no final se resume a uma: Amar!

Eu amo o cruzeiro, você torcedor ama também!

Ana Pacheco