AMISTOSO? Só no nome!

Em jogo quente, Grêmio empata em seu primeiro teste do ano

Quente. Essa palavra adjetiva bem o que foi o amistoso entre Grêmio e Danúbio (URU) no último sábado na Arena do Grêmio. Quando o relógio marcou 17 horas, os jogadores entraram em campo com o termômetro marcando aproximadamente 35ºC em Porto Alegre. Mas o “calor” referente a esse jogo não se limitou à condição climática. Com um ar de Libertadores, o clima foi quente também na forma como os jogadores encararam a partida.

Em um primeiro tempo marcado por posse de bola e marcação adiantada dos gremistas, um dos lances mais importantes foi o gol marcado por Éverton após passe de Luan, antes dos primeiros cinco minutos de jogo. A jogada de ataque foi bem elaborada, mas o gol foi corretamente anulado pela arbitragem pela condição de impedimento. O maior perigo demonstrado pelo Danubio foi em ataques de bola parada. Mesmo sem fazer jogadas mais complexas no ataque, a equipe uruguaia conseguiu neutralizar as diversas tentativas do Grêmio em marcar. Assim, terminava a primeira etapa em 0 a 0.

Foi na volta do intervalo que o espírito pouco amistoso deu as caras. Após uma entrada perigosa do lateral Marcelo Oliveira em um adversário, uruguaios e gremistas iniciaram uma confusão dentro de campo, com direito a empurrões e entrada das comissões técnicas para tentar acalmar os ânimos.

gremioeduandradefatopressgp.jpg

Foto: Edu Andrade/Fatopress / Gazeta Press

 

Passado o tumulto, o tricolor gaúcho conseguiu balançar as redes. Após dominar a bola ainda na defesa gremista, Éverton saiu em uma arrancada sensacional, atravessou o campo e chutou logo após a entrada da grande área. Estava marcado o golaço do jovem que terminou 2015 como titular e, ao que tudo indica, iniciou 2016 com a convicção de ocupar a vaga de ataque ao lado de Luan, que por vezes é tida como indefinida na equipe.

Porém, a vantagem gremista durou pouco. Aos 24 minutos da etapa complementar, o zagueiro tricolor Kadu, que fazia sua estreia diante da torcida, marcou gol contra de cabeça após cobrança de falta do Danubio. A igualdade no placar permaneceria até o fim da partida.

 

7edc2a33a020160124011025.jpg

Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Roger Machado exaltou como ponto positivo o domínio técnico que sua equipe demonstrou no decorrer da partida. Salientou que o adversário era difícil e que uma análise além do resultado em si é importante, pois foi possível perceber melhora na questão do posicionamento do ataque e de marcação adiantada, mesmo com os uruguaios jogando de forma a dificultar as finalizações gremistas.

Em contrapartida, o treinador fez observações pontuais em relação ao sistema defensivo de seu time. A segurança que a zaga gremista demonstrava no final da temporada passada não foi plenamente percebida no amistoso. Além do lance do gol contra, Roger enfatizou as jogadas que trouxeram perigo e por vezes não foram completamente anuladas pela defesa gaúcha. Em suma, um ponto a ser recuperado nessa última semana antes dos compromissos oficiais.

O Grêmio chega ao fim de sua pré-temporada com um teste interessante, visto que tem pela frente uma Libertadores da América. Mesmo com pontos técnicos que ainda necessitam de trabalhos mais específicos, pode-se dizer que já há um entrosamento importante entre os atletas. Na próxima quinta-feira (28/01) o tricolor gaúcho enfrenta o Avaí, em Chapecó, no seu jogo de estreia na Primeira Liga. Independente da competição (e o time terá diversas nessa temporada), vale continuar acompanhando a postura da equipe nesse início de ano. E, para aquele torcedor gremista que já sentiu todos os tipos possíveis de sensações ao ver seu time jogando, esse jogo “amistoso” parece ter sido um presságio de que fortes emoções estão por vir...

Cintia Menzomo