ANOTOU A PLACA?

COM DOIS GOLS DO GAJO CRISTIANO RONALDO, JUVENTUS ATROPELA A UDINESE

 

 

Artilheiro que fala né? (Foto: Massimo Pinca/Reuters)

 

Tem jeito melhor de começar o ano do que com goleada da Bianconera e show de CR7? A Vecchia Signora tratou de dar esse presentaço aos seus torcedores goleando hoje (3), a Udinese por 4 a 1 em duelo válido pelo Campeonato Italiano. 

A partida foi toda da Juventus, mas se engana quem pensa que não teve sustos. Logo no início, o adversário abriu o placar, porém na revisão do lance com o auxílio do VAR, o árbitro anulou o gol por toque.

Cristiano Ronaldo tratou de marcar o gol bianconero. Ramsey roubou a bola e mandou redondinha para o portugues estufar as redes. E o monstro não parou por aí! Cristiano atuou como garçom e serviu Chiesa, que bateu cruzado para ampliar o marcador. 2 a 0.

 

 

Cristiano Ronaldo foi soberano na partida.  

(Foto: Massimo Pinca/Reuters)

 

Não tardou e veio o segundo do camisa 7, o terceiro da Vecchia Signora. A jogada começou com Bentancur, e Cristiano bateu na saída de Musso de canhota.

O adversário resolveu reagir e chegou a carimbar a trave duas vezes, com Larsen e Zeegelaar. Em um rebote dentro da área, Zeegelaar descontou para a Udinese, mas Dybala tratou de por pontos finais ao duelo, marcando o quarto gol bianconero de perna direita: 4 a 1.

Com a vitória a equipe de Pirlo chegou aos 27 pontos, ocupando a 5ª colocação com um jogo a menos. O próximo duelo será decisivo diante do líder Milan, na quarta-feira (6).

 

IGUALOU PELÉ?

A controvérsias, mas segundo a mídia internacional, Cristiano Ronaldo teria igualado o número de gols de Pelé. Ao todo são 758 gols anotados em 1037 jogos. Segundo as contas, o ex- camisa 10 da seleção teria 763, considerando gols marcados pela Seleção de Estado, torneio realizado pela CBD, e portanto, oficial.

Números a parte, só nos resta reverenciar o monstro inesgotável! Cristiano é um mito e isso ninguém pode negar! 

 

 

Por Mariana Alves

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.