Apesar do empate, a freguesia continua!

Não foi um jogo ruim, temos que admitir. Conseguimos ver em muitos dos nossos jogadores algo que pedíamos incessantemente há algum tempo: Vontade. De longe, uma das partidas mais firmes do Corinthians nesse campeonato. É certo que a habilidade de nossos jogadores é bem limitada, mas jogando como jogou hoje, fica claro que o maior problema é muito mais poderoso do que os jogadores.

Antes da partida começar, um confronto entre torcidas organizadas e a PM tumultuou o Maracanã. Torcedores flamenguistas, ostilizaram a torcida alvinegra, tentando entrar em confronto nas arquibancadas, a polícia interviu e cenas lamentáveis foram protagonizadas.

Jogo iniciado, não demorou muito para percebemos que a postura do Corinthians seria diferente. Logo aos 4 minutos, Paolo Guerrero (aquele) fez seu primeiro gol impedido do jogo, bem anulado pelo árbitro Anderson Daronco. No contra-ataque, Romero disputou no alto com Rafael Vaz e a bola sobrou pra Guilherme fazer o gol. 1x0 para o Timão.

O Corinthians seguiu pressionando e se infiltrando pelos muitos espaços deixados pelo time flamenguista. Aos 14, o lance mais grotesco: Diego cobrou falta dentro da área onde, Paolo Guerrero e mais dois estavam impedidos, mas isso não foi problema e o Peruano fez seu segundo gol impedido do jogo.

Impedimento descarado do Flamengo (Reprodução/Twitter)

A equipe alvinegra estava taticamente muito bem. Soube aproveitar as falhas adversárias e colocou pressão o tempo todo. Já no finalzinho do primeiro tempo, numa jogada entre Guilherme e Romero que sobrou para Rodriguinho, o camisa 26 não perdoou e mandou a bola pro gol. 2x1.

A segunda etapa contou com um Corinthians ainda com muita vontade, mas visivelmente cansado fisicamente. Ponto negativo para Oswaldo de Oliveira, que nessas condições deveria ter feito substituições o mais rápido possivel, para dar um "gás a mais" ao time. O gol de empate flamenguista veio novamente de uma bola parada, numa falta cobrada por Diego.

Ainda contamos com a expulsão de Guilherme, que já tinha cartão amarelo, por atrasar a cobrança de uma falta. Emerson Sheik e Paolo Guerrero haviam feito a mesma coisa no primeiro tempo e nada foi marcado.

Guilherme, um dos destaques da partida (Daniel Augusto JR/Agencia Corinthians)

É de se destacar a arbitragem ridícula de Anderson Daronco. Ser caseiro é comum, mas como ele foi hoje, é impressionante. Desde erros grotescos, como no gol onde 3 jogadores estavam impedidos, até em laterais onde a bola batia no jogador do Flamengo antes de sair e quem cobrava a lateral eram eles. Será que erros tão grandes como os dessa partida, se cometidos em favorecimento do Corinthians, passariam tão batidos assim? Fica a dúvida.

Num geral, a equipe alvinegra foi bem. Destaque para Guilherme e Rodriguinho que deram o sangue e foram muito bem. Walter, como sempre, e apesar do resultado, não decepcionou. Willians, muito criticado nas partidas em que entrou, hoje foi cirúrgico e importante nos momentos onde pôde ser. Que continuem jogando com vontade.

No mais, a freguesia continua. São seis anos, 14 jogos, 3 empates, 2 vitórias do Flamengo e 9 do Corinthians. A urubuzada que me desculpe, mas vão ter que se esforçar mais da próxima vez.

O próximo desafio é contra a Chapecoense, em casa, às 16h30 do sábado.

Vai, Corinthians!

Por Victória Monteiro – Maloqueira e sofredora, graças a Deus!