Arena Pantanal: segunda casa, lugar de muito amor

 

 

(Foto: Nelson Vasquez / Ex Jogador)

 

 

Por muitos anos o futebol no Estado do Mato Grosso teve como sua principal casa o Estádio Governador José Fragelli, mais conhecido como Verdão. Estádio que teve momentos para se guardar na história, jogos para cada torcedor do Estado jamais esquecer.

 

 

(Foto: Nelson Vasquez / Ex Jogador)

 

 

No dia 12 de março de 1975, houve a pré inauguração do Verdão. A partida que marcou o momento aconteceu entre a Seleção Cuiabana e o Fluminense, onde o trio Rivelino comandava na época o Tricolor. O duelo terminou em 2x0 para a equipe do Rio, com dois gols de Búfalo Gil.

A inauguração oficial aconteceu no dia 08 de abril de 1976, data do aniversário de Cuiabá. O fato ficou marcado na história do futebol e também da cidade. Um quadrangular como era chamado, entre Mixto, Dom Bosco, Operário e Flamengo. Craques do futebol brasileiro como Zico, Cantarelli e Júnior vieram prestigiar a inauguração marcando o Estádio José Fragelli como um dos grandes estádios nacionais.

O primeiro duelo foi entre Mixto x Dom Bosco, onde o Mixto venceu por 2x0 com gols de Pastori e Bife. Na outra partida o Flamengo foi o campeão.

 

 

(Foto: Reprodução / Livro Verdão: Uma história de desafios e conquistas)

 

 

São muitas as histórias sobre o Verdão, fatos que marcaram como o gol de Pelezinho em 1976, na vitória do Mixto sobre Vasco, na estreia do Mixto no Campeonato Brasileiro. O jogador Kaká carimbou sua vaga na Copa do Mundo de 2002, em um amistoso que foi realizado no Verdão, no qual a Seleção Brasileira goleou a Islândia por 6x0.

Em 12 de maio de 1976 o Corinthians veio jogar um amistoso com a Seleção Cuiabana, onde venceu por 3x0.

A Seleção Brasileira veio mais vezes para a capital. No total foram quatro partidas: Brasil x Suíça em 1981, Brasil x Equador em 1989, Brasil x Finlândia em 1992, e Brasil x Islândia em 2002.

Maior Artilheiro: José Silva de Oliveira (Bife) com 92 gols.

Maior Público: Mixto e Flamengo 47.324 (10 de fevereiro de 1980)

 

 

 

O ÚLTIMO JOGO NO VERDÃO

 

 

Logo após a cidade de Cuiabá ter sido escolhida para ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, o Governo teve a decisão de demolir o Estádio Governador José Fragelli, o que para muitos gerou tristeza pois ali ficou uma história do futebol Matogrossense. O último jogo aconteceu em 2009, a partida foi entre Cuiabá e Vila Aurora. As equipes decidiram o torneio classificatório à Série D do Brasileiro. Com a entrada gratuita, a baixada Cuiabana pôde acompanhar o duelo e se despedir do Verdão.

 

 

(Arena Pantanal em 2010 / Foto: Assessoria Agecopa)

 

 

Em maio de 2010 o estádio começou a ser demolido. Era um pouco dolorido passar por ali e ver tudo indo abaixo. Começava ali a dar vida à Arena Pantanal, que foi inaugurada no dia 02 de abril de 2014, onde Mixto e Santos rolaram a bola pela primeira vez no Estádio de Copa do Mundo. No mesmo mês, no dia 26, Luverdense e Vasco se enfrentaram pela Série B do Campeonato Brasileiro. No dia 01 de maio de 2014, Cuiabá e Internacional também se enfrentaram na Arena.

 

 

(Foto: Agora MT)

 

 

A Copa do Mundo que aconteceu em junho de 2014, teve quatro partidas na Arena Pantanal: Chile x Austrália, Rússia x Coréia do Sul, Nigéria x Bósnia, Japão x Colômbia.

Os confrontos movimentaram o comércio, o setor de turismo, hotelarias e afins... Por cerca de um mês, a cidade de Cuiabá ficou tomada por turistas estrangeiros e brasileiros que vieram até mesmo de outros Estados.

 

 

(Foto: Repórter MT)

 

 

Ao longo dos anos a Arena Pantanal vem passando por algumas situações depois da Copa do Mundo. Crises e problemas com a construtora, Estado e demais responsáveis pela manutenção da Arena, deixam a desejar.

Resumidamente: são problemas técnicos, problemas com a estrutura, banheiros e etc... É um total descaso com a população que acompanha os jogos! Recentemente passamos por uma situação lamentável onde em um jogo importante de Copa do Brasil, torcedores do Cuiabá tiveram que acompanhar o duelo do lado de fora através de um telão, pois a Arena estava sem laudo da vigilância sanitária. Uma total falta de respeito também com o torcedor do Náutico, que pela primeira vez iria ver o seu time jogando aqui na Arena. Lamentavelmente ainda vivemos nesse medo de perder um jogo por falta de laudo, e não para por aí.

Infelizmente eu preciso tocar nesse assunto: a Arena Pantanal mais conhecida como “Elefante Branco’’ foi uma obra que não teve muito fundamento. Apesar de existir uma escola dentro da Arena e utilizarem os camarotes como sala de aula, na parte do esporte precisa melhorar e muito. O torcedor também precisa fazer a sua parte e sair do sofá. Vamos prestigiar o que nós temos, o Estádio recebe jogos do Brasileirão como Flamengo e Corinthians... Mas precisamos prestigiar e ir apoiar os times do Estado, a Arena e o futebol Matogrossense precisam de nós.




 

Fonte: Globo Esporte / MT



Por: Taisa Alvarenga, torcedora do Cuiabá Esporte Clube e admiradora do Futebol Matogrossense.