As faces de Antônio Carlos Zago

 

 

Nos últimos dias não pude deixar de notar o comportamento um tanto infantilizado de Antônio Carlos Zago em partidas decisivas. Me parece que Zago quando está em situação de pressão incorpora o atleta que foi e esquece que agora é o treinador, esquece completamente suas atribuições, esquece que serve como exemplo a seus atletas, que suas atitudes podem trazer malefícios a equipe toda e que está sendo monitorado a todo instante por nós torcedores, pela direção do clube e principalmente por veículos de comunicação.

 

 

unnamed.jpg

Foto: S.C Internacional

 

 

Infelizmente o comandante Colorado já foi protagonista de várias polêmicas e confesso que isso começa a me deixar preocupada, afinal de contas com que Zago estamos lidando? Aquele cara calmo que em seus treinos mantém a fala baixa, sem gritos, que foi conquistando a equipe aos poucos ou estamos lidando com o ex zagueiro encrenqueiro, polêmico e às vezes sem escrúpulos...

 

Vejamos algumas polêmicas envolvendo Zago:

 

- Quando jogou pelo Palmeiras, o defensor tinha uma relação complicada com Edmundo, segundo relatos os dois trocaram agressões no vestiário;

 

 

unnamed (1).jpg

Foto: Internet

 

 

- Já na época em que jogou fora pelo Lazio, teve um desentendimento com o jogador argentino Simeone e chegou a cuspir no rosto do atleta;

 

 

unnamed (2).jpg

Foto: Internet

 

 

- De volta ao Palmeiras como treinador, o técnico teve uma discussão ríspida com o atacante Robert e chegou a confessar para a imprensa que se não fosse treinador, iria as vias de fato com o atacante;

 

- Em 2009 como dirigente no Corinthians, Zago teria participado de farras com o então fenômeno Ronaldo. A polêmica foi tão grande que forçou sua saída do cargo;

 

- E por fim sua maior mancada: em 2006 quando jogava pelo Juventude em uma partida contra o Grêmio, Antônio Carlos Zago foi expulso e deixou o gramado apontando para seu braço, chamando o volante Jeovanio de "macaco". O zagueiro foi suspenso por 120 dias e precisou comparecer ao fórum por três anos seguidos.

 

Depois de tantas polêmicas e de passar por vários clubes, Zago foi à Europa e atualizou-se como técnico. Em 2015 no comando do Juventude, onde sem dúvidas realizou um excelente trabalho, levou a equipe a um vice -campeonato no Gauchão e conseguiu o acesso à Série B.

 

Agora como treinador do Internacional o comandante andou mostrando seu lado menos agradável novamente. Nas duas partidas pela semifinal do Gauchão contra a equipe do Caxias, Zago se envolveu em brigas, discussões e chegou até ao ponto de simular uma agressão vinda de um dos jogadores do time da Serra. Fico me perguntando como o técnico Colorado conseguiu cometer essa atitude tão esdrúxula depois de ter visto o exemplo de Fair Play do Rodrigo Caio, algo que repercutiu tanto e trouxe a tona uma discussão tão atual na vida dos brasileiros.

 

 

unnamed (3).jpg

Foto: Internet

 

 

Me desculpe senhor Antônio Carlos Zago, mas tenho o dever de alertá-lo, MANTENHA A COMPOSTURA! Sua atitude mesquinha nos fez passar vergonha, reconheço que conseguiu embalar o time, que deu a cara a tapa fazendo testes e mais testes até chegar a equipe ideal, mas se acalme e repense seus atos.

 

A partir de agora ficará a dúvida: Qual Zago veremos nas próximas partidas?

 

O sinal de alerta foi ligado, ESTAMOS DE OLHO!

 

Alice Bernardo, Inter defenderei teu nome contra tudo e contra todos!