AS INCÓGNITAS DO CAMINHO COLORADO NA LIBERTADORES.

 

Foto: Ricardo Duarte



 

Na última terça-feira (17), foram realizados os sorteios dos grupos da Copa Libertadores da América 2020. O Internacional, pela sua posição em 7º lugar no Campeonato Brasileiro, ainda precisa passar por dois confrontos para enfim chegar na fase de grupos da competição sul-americana, confrontos estes que também foram contemplados na cerimônia.

Embora após as duas primeiras fases sorteadas, o Colorado ainda não conhece de forma definitiva seus adversários. O primeiro confronto deve ocorrer em 04/02 fora de casa e o jogo de volta em 11/02 no estádio Beira Rio. Do outro lado da “cancha” um time chileno, o Chile 4, que seria o quarto clube do país a ficar com a vaga da competição, porém é a partir deste ponto que começam as incógnitas.

Devido aos protestos contra o governo que duram mais de um mês no Chile para segurança dos atletas e apaixonados por futebol, o campeonato nacional foi encerrado com 6 rodadas de antecedência e a equipe da Universidad Católica foi declarada campeã com 13 pontos de vantagem à frente. Também já foram definidas as outras vagas, o segundo colocado o Colo Colo e o Palestino na terceira posição. Já a quarta vaga será definida pelo vencedor da Copa do Chile que segue sem definição e que será ou seria disputada pelas equipes de Universidad do Chile e Union Española, ainda sem data prevista para que a partida ocorra, já que houveram tentativas sem sucesso de retomada do futebol no país.

Graças a insegurança e fatores extra-campo, o Union Española não quer jogar a decisão e acionou o TAS para firmar-se com a vaga usando sua melhor colocação na Copa do Chile como argumento. Já do outro lado, a equipe do Universidad do Chile deseja que a partida ocorra. Caso o impasse siga, a vaga ficará com um terceiro, o time do La Calera seria beneficiado devido à sua posição no campeonato nacional. As incógnitas do primeiro adversário colorado tem data final de 24 de janeiro para estarem solucionadas e apresentarem a quarta equipe que representará o país na competição.

Definido o primeiro desafio a segunda fase também ainda precisa definições. Passando pelo oponente chileno, o Colorado poderá enfrentar Tolima da Colômbia ou Maracá do Equador, dois adversários difíceis em seus respectivos países.

 

Passando pela Pré-Libertadores o vencedor do G4 entra no grupo E, onde os adversários são:

 

    Grêmio (BRA)

    Universidad Católica (CHI)

    América de Cali (COL)

 

Mas antes disso, é preciso ignorar a possibilidade de um clássico em uma competição tão cheia de sangue e amor à camisa como a Libertadores e enfrentar com respeito todas as primeiras fases. Até lá, não há nada de fácil no caminho do alvirrubro na competição, mesmo os adversários não definidos,  os possíveis oponentes são times bastante árduos de serem derrotados, o peso que a competição agrega nas camisas dá sempre um sentido diferente a esta loucura que a gente ama, o futebol. 

Com datas já estabelecidas, assim fica o calendário de quem dificultou o próprio caminho no Campeonato Brasileiro e agora precisa entrar antes em campo:  

 

fase 2:

05/02 - CHILE 4 X INTERNACIONAL 

12/02 - INTERNACIONAL X CHILE 4 

 

Passando pela fase 2, o calendário do Inter na fase 3:

 

 19/02 - MACARÁ (EQU) OU TOLIMA X INTER 

 26/02 - INTER X MACARÁ OU TOLIMA.

 

Seguimos pelo Colorado e pelas cores desta camiseta em busca do Tri da América. Que venham os percalços, os clássicos, que o Internacional volte a ser e respeitar o peso desta camiseta.

 

De torcedora para torcedora, Jéssica Salini.