AS LEOAS

 

A Seleção Feminina da Holanda é conhecida por Orange Leeuwinnen - Leoas Laranja. São as atuais campeãs europeias e chegam à competição como uma das seleções favoritas.

 

Foto: Voetbal International

 

A laranja vem de uma repescagem para o mundial e de uma atuação não muito boa. Em 2015, jornalistas esportivos já vinham comentando como a Seleção da Holanda vinha num caminho promissor, e, na Copa daquele ano foi eliminada das oitavas de final para o Japão, atual campeão na época.

A Holanda possui atletas que jogam por diversos times europeus, dentre eles o Arsenal, Barcelona, Manchester United e Ajax.

As goleiras da equipe são Sari Van Veenendaal, que também é a capitã, Loes Geurts a veterana da equipe, que tem 33 anos, e Lize Kop, a caçula do time, com apenas 21 anos de idade.

Temos também a Kaagman que, foi convocada pela primeira vez para a Seleção adulta de 2019. Em sua primeira participação em um torneio grande, a meio-campista deverá apenas para ganhar experiência, até porque, para ajudar preencher o meio, Jill Rood já preenche no banco.

Lieke Martens, é uma das meias-atacantes que joga no FC Barcelona e é considerada a principal referência da técnica.

 

Foto: Twitter Fifawwc

 

Sarina Wiegman é a técnica, que foi efetivada em 2017 como treinadora das Leoas Laranjas após fazer um ótimo trabalho no Clube, e atualmente é a voz ativa no futebol das mulheres na Holanda. Uma boa campanha holandesa na Copa só aumentará o respeito que Sarina conquistou no futebol feminino holandês.

A holanda jogará pelo grupo E, nesta fase está no grupo da Nova Zelândia, Canadá e Camarões. A laranja estreia dia 11 de junho contra a Nova Zelândia, às 10h (horário de Brasília).

Por: Rhayanne Athyrssa.