Até quando, CBF?

 

Imagem: Internet

 

Após a polêmica relacionada à expulsão do jogador Cristovam do Paraná Clube no jogo contra o Criciúma na última sexta-feira (23), a CBF admitiu a falha e informou que a regra é clara quanto a conduta violenta: o jogador que usar ou tentar usar da força excessiva ou brutalidade contra um adversário deverá ser punido com cartão vermelho direto, ou seja, ele deverá ser EXPULSO! Infelizmente, neste caso, o árbitro WandersonAlves de Souza aplicou apenas cartão amarelo ao agressor e ainda expulsou o jogador Paranista (com a aplicação do segundo cartão amarelo) por reclamação.

Sabemos que erros por parte da arbitragem são frequentes no nosso futebol, mas até quando teremos que engolir “goela abaixo” este tipo de situação? Acontece com “time A”, com “time B”? Com quem? Se o erro não for intencional, como um juiz pode cometer deslizes tão graves a ponto de mudar o rumo de uma partida, prejudicar uma equipe que treina a semana toda e viaja o Brasil inteiro e sair ileso de toda esta situação? A CBF, como responsável pelos jogos, deveria aplicar cartões amarelos e vermelhos internamente também. Deveria punir e banir do futebol sujeitos mal-intencionados ou despreparados para exercer tais funções. Admitir o erro não irá voltar a partida, não irá dar os pontos ao Paraná e muito menos evitar que o árbitro responsável apite novamente um jogo do Tricolor.

Como consequência, o Paraná Clube, que estava melhor na partida, precisou mudar todo o esquema tático e foi derrotado. E o lateral Cristovam, que até então era o jogador que mais havia desarmado jogadas entre todos os times das Séries A e B no Brasileirão, atuou apenas 25 minutos naquele jogo e terá que cumprir suspensão! Isso é ser prejudicado! Ahhh... mas com o trio de arbitragem está tudo certo, logo serão chamados para apitar outro jogo e tudo bem. O que vai acontecer com o juiz? Nada! E com o Tricolor? Deus queira que não deixe de subir por estes 3 pontos...

Minha revolta e indignação continuarão até que tenhamos um futebol decente neste país. Estamos cansados dessas vergonheiras e manipulações! Não vou calar minha voz e por amor ao Paraná Clube, continuaremos lutando, contra tudo e contra todos!

 

 

SemPRe Tricolor, Itauana Morgenstern.