Atlético segue sem vencer na Era Marcelo Oliveira.

 

 

Mais uma derrota na conta do time Atleticano. Desde a chegada do técnico Marcelo Oliveira o time atleticano não venceu. O desempenho do Clube é um dos piores, o mesmo não vivia essa má fase desde 2011, o alerta esta ligado na Cidade do Galo.

 

O time mineiro depois de perder o clássico para o maior rival, foi para Porto Alegre enfrentar o Internacional, dessa vez contando com um reforço, Douglas Santos que estava com a seleção voltou para o time. Mas nada mudou, o Internacional acabou vencendo o time mineiro, que continua na zona de rebaixamento. Mesmo que estejamos só no início do campeonato,  pelo elenco dos sonhos que tem, o Atlético deveria estar no topo da tabela.

 

O jogo:

 

Atlético viajou até Porto Alegre, e enfrentou o frio do Sul. O jogo começou as 19:30 e no primeiro tempo o time da casa não fez diferente do esperado, time em melhor fase e ainda com o apoio da torcida, atacou e foi para cima, logo que ao primeiro minuto de jogo Sasha já levou perigo ao gol do goleiro Victor, aos 8 minuto Alex obrigou Victor a fazer uma grande defesa. O Atlético trocava passes e tentava infiltrar na defesa bem postada do time gaúcho, o mesmo buscava  passos pelas laterais, cruzamentos e infiltrações. Mas o Atlético foi se encontrando dentro de campo e montando uma postura mais defensiva. A arma do Inter no primeiro tempo foi os escanteios, aos 31 minutos Ernando cabeceou na área e obrigou Victor a fazer uma defesa, aos 32 numa cobrança de lateral, Ferrareis chutou para o gol e Vitinho finalizou, mas o gol foi anulado pois ele estava impedido. Aos 34 minutos o time da casa abriu o placar, após uma saída errada do Atlético,  Vitinho cruzou a bola para Sasha do outro lado da área e a bola morreu no fundo das redes. Depois do gol Inter recuou, deixando mais espaços para o Galo, Robinho, Jr Urso e Carlos até finalizaram, mas não levaram perigo ao gol do goleiro Danilo Fernandes.

 

O Galo segue sem vencer na era Marcelo Oliveira. Foto: Atlético Oficial.

 

No segundo tempo, o jogo mudou e quem começou atacando foi o Galo,  aos 10min veio a primeira boa finalização do mesmo, Robinho de fora da área fez Danilo Fernandes a fazer uma boa defesa, na cobrança de escanteio Léo Silva de cabeça tentou, mas Danilo mais uma vez defendeu. Aos 17min ouve as primeiras alterações nas equipes Clayton no lugar de Carlos César, Anderson no lugar de Alex, aos 26 minutos Carlos Eduardo entrou no lugar do Carlos para ajudar o time nas finalizações e nos lançamentos. Aos 29 minutos o Inter ampliou seu placar, num contra-ataque rápido de Anderson que entrou com velocidade pelo lado e cruzou para Vitinho que finalizou bem e no fundo das redes.

Depois de tomar o segundo gol, time atleticano passou a ficar mais com a bola, mas raramente o time teve chances claras de finalizações ou mesmo gol, a melhor oportunidade novamente foi de Robinho aos 38 minutos, após uma tabela com Fred, o camisa 7 finalizou e o goleiro Danilo Fernandes mais uma vez fez uma bela defesa. O Inter ainda teve sua última chance aos 44 minutos, após outro erro de saída de bola do time atleticano, Sasha saiu na cara de Victor, deslocou o goleiro mas a bola bateu na trave.

 

Atlético precisa vencer os próximos confrontos , praticamente obrigação do time, afinal é sequência de jogos em casa,com a volta de Cazares e Erazo, é a hora de reagir e domingo contra a  Ponte e a torcida tem que estar presente mais uma vez para empurrar o time.

 

 

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 2 X 0 ATLÉTICO-MG

 

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 16 de junho de 2016, quinta-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Péricles Bassols Cortez (PE – Fifa)

Assistentes: Thiago Farinha (RJ – Fifa) e Cléberson Leite (PE- CBF)

Público: 24.023 pessoas

Cartões amarelos: Paulão e Aylon (Inter); Douglas Santos (Atlético-MG)

GOLS

INTERNACIONAL: Eduardo Sasha, aos 34 do 1º tempo, e Vitinho, aos 29 do 2º tempo

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur (Geferson); Rodrigo Dourado, Fabinho, Gustavo Ferrareis, Alex (Anderson) e Sasha; Vitinho (Aylon).  Técnico: Argel Fucks.

 

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César (Clayton), Gabriel, Leonardo Silva e Douglas Santos; Rafael Carioca, Júnior Urso, Patric,  Robinho (Hyuri), Carlos (Carlos Eduardo); Fred.  Técnico: Marcelo Oliveira

 

Por Eduarda Moreira