Atlético vai à Argentina para primeiro confronto das oitavas de finais

Nesta quarta-feira (27) Atlético e Racing fazem o primeiro duelo pelas oitavas de finais da Copa Libertadores. O jogo acontecerá às 19h30 (Horário de Brasília) no Estádio El Cilindro, com gramado bastante prejudicado após chuva na Argentina.

O Atlético desembarcou nesta segunda-feira em Buenos Aires e realizou treinos apenas no CT da Associação de Futebol Argentino (AFA), pois não foi permitido a equipe realizar treinos no próprio estádio do jogo. O técnico Diego Aguirre evitou polêmicas sobre o assunto e disse que foi possível realizar um treinamento qualificado nas dependências da AFA, que é bem estruturada.

(Divulgação/Atlético-MG)

Para essa nova fase da Libertadores, o Galo conta com três novos nomes inscritos: Clayton, Carlos Eduardo e Capixaba agora também compõem o elenco alvinegro. Com exceção dos já conhecidos desfalques do Atlético, o time deve entrar com força total e sabe que precisa de concentração para sair com um resultado positivo da partida.

Dessa forma, o time de Aguirre deve entrar em campo com o mesmo time escalado na vitória contra a URT: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca e Leandro Donizete; Dátolo, Jr. Urso, Robinho e Lucas Pratto.

Facundo Sava, técnico do time da casa tem uma proposta de jogo definida para vencer o Atlético. A intenção é que a equipe mandante, apoiada pela sua fanática torcida, pressione desde o início da partida em busca de seu gol, sem deixar o Galo jogar. Para a partida, o comandante argentino não contará com o atacante Bou, que está em fase final de recuperação de uma lesão muscular. Outra dúvida fica em baixo das traves, o goleiro titular Saja teve febre durante a semana, mas deve jogar.

O time argentino deve vir à campo com Saja (Ibañez), Iván Pillud, Sánchez, Vittor e Grimi; Noir, Videla, Aued e Acuña; Romero e Lisandro López.

O trio de arbitragem será do Paraguai e contará com o árbitro principal Julio Quintana e os auxiliares Eduardo Cardozo e Roberto Cañete.

O Atlético tem um histórico não tão bom fora de casa na fase de mata-mata na Libertadores, mas busca mudar esse panorama no jogo de hoje. Já lembrando dos erros do passado, os jogadores sabem que precisam entrar focados para ter uma atuação sólida e decidir em casa.

Avante Galo!

Júlia Campos