Batatais é o destino... não há distância que possa nos separar!

oswaldo_scatena1.png
Estádio em Batatais vai receber a partida mais decisiva do ano para Guarani e Batatais (Foto: Reprodução / EPTV)

Depois de muito sofrer, perder pontos em casa, passar por trocas de treinadores, o Bugre chega na última rodada dependendo apenas dele. Uma vitória nos separa da classificação para o mata-mata do Campeonato Paulista da Série A2. Mas como nada para o Guarani é fácil, o destino da vez é o Estádio Oswaldo Scatena, na cidade de Batatais, contra o time da casa. Neste domingo (23), o alviverde e o fantasma jogam suas forças em busca da classificação. Ao contrário do Bugre, a equipe de Batatais não depende de si só, precisa vencer e torcer para que o Bragantino não vença seu jogo contra o Votuporanguense. Seja ela qual for a vitória, por goleada, sofrida, emocionante, no primeiro ou no último minuto, ela tem que vir.

“A gente vai dar a vida, entrar com faca entre os dentes, dar nosso sangue. A gente quer isso (classificação) para a gente, para o Guarani. Essa é a ambição nossa, pode ter certeza disso. Só depende da gente, está na nossa mão. Que o torcedor esteja junto com a gente. Esse momento a gente está junto e abraçado”, afirmou Diego Jussani.

“É a primeira grande decisão do ano. Nosso time vai com tranquilidade, mas não pode confundir com passividade. Tranquilidade não quer dizer lentidão. É tranquilidade emocional, de não se perder. Quando está mais lúcido, você desenvolve melhor seu futebol. Essa lucidez é que a gente precisa procurar para conquistar a classificação”, disse o técnico Oswaldo Alvarez.

treinogfc.jpg

Vadão observa treinamento do Bugre antes de decisiva partida com o Batatais (Foto: Gabriel Ferrari / Guarani Press)

 

ESCALAÇÃO

Vadão escala o time sem mistérios. Após cumprir suspensão na última partida diante do Barretos em casa, Lenon volta para sua posição.

Portanto, o time entra em campo com: Leandro Santos; Lenon, Genilson, Diego Jussani e Denis Neves; Auremir e Evandro; Bruno Nazário, Fumagalli e Uederson; Eliandro.

É importante estar atento para os jogadores pendurados. São eles: a dupla de zagueiros, Genilson e Diego Jussani, o lateral esquerdo Denis Neves, além dos meias Fumagalli e Bruno Nazário. Gilton ainda completa a lista dos pendurados, ele que teve uma lesão no ombro há duas semanas, viajou com a equipe.

O Bugre já está concentrado na cidade de Ribeirão Preto e viaja para Batatais antes do duelo.

 

ARBITRAGEM

Leandro Bizzio Marinho apita o jogo, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.

 

INGRESSOS

A diretoria bugrina trouxe 500 ingressos que estão sendo vendidos no Brinco de Ouro nos valores de R$ 40,00 e R$ 20,00. Lembrando que somente sócios torcedores e sócios patrimoniais podem comprar no valor de meia entrada.

Em Batatais, o ingresso custará R$ 50,00 e R$ 25,00. Como cortesia do time da casa, todas as mulheres podem pagar meia.

 

À TORCIDA

Torcedor, vamos conversar. Temos duas certezas: A primeira é que amanhã tem Guarani e a segunda é que precisamos vencer.

Você é bugrino de sangue verde e carrega a ideologia dessa torcida. Nós nascemos e vivemos com a valorosa e inegociável certeza de apoiar o Guarani através do canto. Nas boas, nas más, em todo lugar!

E amanhã, um canto baixo e sem entusiasmo não será o suficiente. Amanhã é dia de você vestir seu manto como um guerreiro veste sua armadura para a guerra, é dia de sair de Campinas rumo à Batatais com o peito cheio de vontade de empurrar, de apoiar o time, é o dia de dar o seu máximo, é o dia do descontrole, do sangue nos olhos! É o dia de você viver a ideologia e sentir o orgulho de ser bugrino.

É assim que você vai participar ativamente do jogo. Mostre com seu canto a garra que você quer que os jogadores tenham. Se conecte com os jogadores dando gás para eles correrem mais rápido, subirem mais alto, brigarem pelo gol.

Existe um time que precisa dessa vibração. Você é o ponto inicial. Homens que vão estar lutando por nossas cores dentro de campo e que precisam ser contagiados por essa energia. Você é o responsável.

Você tem a chance!

Existe uma vaga na próxima fase: Estou indo para Batatais neste domingo para pegá-la no grito!

Vamos brigar por ela!

18111086_1308441705938547_1995365413_o.jpg

Oração momento antes da saída da delegação na noite desta sexta-feira (Foto: Fernanda Martins)


 

Um grande abraço à nação bugrina, nos vemos em Batatais.

Na vitória ou na derrota, hoje e sempre Guarani!

Por Fernanda Martins.