BRASIL VENCE CLÁSSICO NA ESTREIA DA COPA AMÉRICA

O Brasil estreou com vitória na Copa América Feminina nesta quinta (05). As meninas do Brasil venceram a Argentina por 3 a 1 em Coquimbo, no Chile. Os gols foram marcados por Bia Zaneratto, Cristiane e Debinha. Banini descontou para as hermanas.

Buscando o terceiro título seguido, o Brasil que é heptacampeão da competição jogará no sábado (7), às 19h no estádio Sanchez Rumoroso, o mesmo da estreia. O Brasil está no grupo Grupo B junto com Argentina, Equador, Venezuela e Bolívia.  Com a vitória do Equador por 1 a 0 sobre a Venezuela, o Brasil lidera o grupo com dois gols de saldo, já que tem os mesmos três pontos que as equatorianas.

A Copa América Feminina 2018 garante duas vagas na Copa do Mundo da França, em 2019, – o terceiro lugar disputará a repescagem com a Concacaf – uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020 – o segundo lugar disputa repescagem –, e quatro vagas nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019.

 

(Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

 

O Jogo

O Brasil começou a partida querendo jogo e Cristiane por pouco não abriu o placar aos seis minutos. As hermanas tentavam apertar a marcação e sair em velocidade para ameaçar o Brasil, mas sem muito sucesso nas suas investidas. Quem teve sucesso foi a atacante Bia Zaneratto aos 17 minutos quando ela partiu em velocidade, se livrou da marcação e chutou cruzado de fora da área. Golaço para abrir o placar.

No início do segundo tempo, a Argentina veio tentando chutes de longe para surpreender Bárbara, mas não criou tanto perigo para a arqueira brasileira. Porém se os chutes de longe com bola rolando não deram certo, com bola parada deu. De falta, Banini empatou aos oito minutos. Dois minutos depois Thaisinha tentou dar a resposta após receber passe em profundidade, mas foi derrubada na área. Pênalti. Cristiane cobrou e fez 2 a 1. O Brasil ainda marcou o terceiro no fim da partida com Debinha de cabeça.

 

BRASIL: Bárbara; Rilany, Mônica, Rafaelle e Tamires; Formiga, Thaisa, Marta e Thaisinha (Debinha); Bia e Cristiane (Millene). Técnico: Vadão


Por Camila Leonel