BRUNO HENRIQUE BRILHA, DIEGO ALVES FECHA O GOL E TABU É QUEBRADO

O limite para o Flamengo do português Jorge Jesus não foi o tapetinho sintético. O Mengo venceu por 2x0 em Curitiba, penou com o VAR (como de costume. Risos!), pela 24° rodada do Brasileirão e quebrou um tabu de 45 anos.

Desde 1999, na inauguração da Arena da Baixada, o Flamengo havia perdido 13 dos 21 jogos na Arena. Apenas em 2011, pela Sul-Americana o time da Gávea tinha vencido.

         

    

(Fonte: Reprodução da Internet)

          

O JOGO

O Fla suportou a pressão do CAP nos minutos iniciais. E aos poucos, a equipe de Jorge Jesus foi se lançando ao ataque e em cima de Lucas Silva, o jogador Léo Pereira do Athletico Paranaense, havia cometido um pênalti, o árbitro Braulio da Silva Machado chegou a marcar a penalidade, mas foi até o VAR checar e tomou a decisão de anular.

Mas o gol do time carioca surgiu mesmo de um roubada de bola de Bruno Henrique em bobeada da defesa do Athletico. Aos 44' o camisa 27 abriu o placar para os visitantes.

Só faltou o VAR entrar em ação e anular. O argumento seria: que BH teria roubado a bola dentro da área e não pode - é, dessa vez não deu para ajudar.

 

(Fonte: Alexandre Vidal)

 

Na segunda etapa, no início, o Furacão veio para cima, disposto a igualar ou reverter o placar e graças a mais de quatro defesaças de Diego Alves os donos da casa não empataram o duelo. Com o  Mengão cheio de desfalques e com a entrada de João Lucas no lugar de Rafinha, o time passava a se poupar e deixava o time Paranaense chegar mais ao gol, a nossa sorte foi que Diego Alves estava catando tudo, não passava nada.

Em nenhum momento a vitória esteve tranquila. O meio de campo com Gérson não conseguia segurar a bola. Vitinho e Bruno Henrique na frente, também não.

E já nos acréscimos, novamente ele, Bruno Henrique, para fechar o caixão em Curitiba, marcou o segundo gol do Flamengo. Everton Ribeiro cobrou o lateral, Renê mandou na medida para Bruno Henrique que marcou o segundo levando ao triunfo do Rubro-Negro carioca.

   

  

(Fonte: Alexandre Vidal)

 

Foi o seu gol 23 em 48 jogos pelo Flamengo.

Na partida, o Fla ainda foi prejudicado por dois cartões amarelos que resultam em Everton Ribeiro e Bruno Henrique fora do próximo duelo contra o Fortaleza.

PREOCUPAÇÃO PARA O FLAMENGO

O lateral Rafinha, deixou os gramados com um trauma no crânio e foi levado para o hospital. O camisa 13, que sofreu uma lesão no arco de mandíbula, deverá passar por uma cirurgia e ficará afastado por 45 dias.

Com a vitória em cima do Furacão, o Mais Querido segue com oito pontos da vantagem na liderança do Campeonato brasileiro, com 58 pontos. A equipe de Jorge Jesus voltará a campo na próxima quarta (16) para enfrentar o Fortaleza, às 20h, na Arena Castelão, pela 26° rodada do Brasileirão. Para esta partida, retornam da Seleção Brasileira o atacante Gabigol e o zagueiro Rodrigo Caio.

TUA GLÓRIA É LUTAR!

CONTRA TUDO E CONTRA TODOS.

Por Rhayanne Athyrssa