Buscando chegar mais perto da liderança, Atlético-MG recebe o Vitória no Independência.

Com o departamento médico cheio e jogadores convocados para seleção, o Atlético irá receber, neste feriado, o Vitória no Estádio Independência. O time mineiro almeja a tão sonhada liderança, está a 4 pontos do líder Palmeiras e quer que esta diferença caia. Para isso, o time mineiro tem que se espelhar no nome da equipe adversária, “Vitória”, e garantir os 3 pontos, principalmente pelo fato de que está dentro de casa e com total apoio de seus torcedores.

Time atleticano em treino preparatório para a partida.

FOTO: Site Oficial Atlético-MG

O problema maior nisso tudo é as constantes lesões que deixam grandes baixas para o time atleticano. O departamento médico está tão cheio que daria para montar um time, os lesionados são: Luan, Erazo, Jr. Urso, Cazares, Patric, Leandro Donizete, Marcos Rocha, Carlos e ainda tem o goleiro Victor, que apesar de ter sido relacionado para o jogo após voltar de lesão, sentiu dores novamente e segue como dúvida. 

Além disso, o Galo tem Pratto, Rafael Carioca e Otero nas suas respectivas seleções, mas o volante brasileiro deve chegar a tempo da partida e segue relacionado. Um jogador que há muito tempo não se via e foi relacionado para o jogo, é o argentino Jesus Dátolo. Após 68 dias fora por constantes e desgastantes lesões, ele está de volta e disposição do técnico Marcelo Oliveira.

Atlético MG e Vitória se enfrentam nesta quarta, dia 07/09 às 19h30 (Brasília), em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo tem 39 pontos e é o terceiro colocado na tabela, atrás somente do líder Palmeiras com 43 e o vice-líder Flamengo com 40. Já o Vitória está em décimo quinto lugar com 26 pontos.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG X VITÓRIA

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte/MG

Data:  07/09/16

Horário: 19h30 (Brasília)

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima, Leirson Peng Martins e Mauricio Coelho Silva Penna

Atlético-MG - Victor, Carlos César, Gabriel, Edcarlos e Fábio Santos; Rafael Carioca, Lucas Cândido, Maicosuel, Robinho, Carlos Eduardo e Fred. Técnico: Marcelo Oliveira.

Vitória - Fernando Miguel, Diogo Costa, Kanu, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo e Cárdenas; Marinho, Rodrigo Ramallo e David. Técnico: Vagner Mancini.

Por Eduarda Moreira