BUSCANDO NOVOS HORIZONTES

Com o perdão do trocadilho ruim, Corinthians recebe o Novorizontino neste sábado (6), às 19h, para a nona rodada do Paulistão


 

Não tem conversa: O Corinthians entra em campo neste sábado para enfrentar o Novorizontino com o objetivo muito bem traçado e com o interesse apenas na vitória. Ocupando hoje a lanterna do grupo D, há mais de um mês a gente não tem o prazer de comemorar uma vitória. A situação no grupo se afunila cada vez mais e, caso ainda queira a chance de brigar pelo título, não pode mais perder pontos.

 

A semana que para muitos clubes foi de Libertadores (para nós deveria ser, se estivéssemos vivos), para o alvinegro do Parque São Jorge foi de treinamento intensivo. A parte boa disso é a diminuição de chances de lesão, já que os jogadores puderam ter um tempo maior de recuperação entre uma partida e outra (o Timão entrou em campo pela última vez na quarta-feira da semana passada, dia 26) e a parte ruim é que caso dê algum problema, não tem o que usar de desculpa.

 

(Foto por Ana Canhedo)

 

Nesta sexta-feira (6), Tiago Nunes comandou o último treino preparatório e, como sempre, fez mistério. Apenas o aquecimento foi liberado para imprensa, conduta que vem sendo comum desde que o treinador assumiu a equipe. Em entrevista coletiva realizada no CT Joaquim Grava após o treino, o técnico falou sobre a mudança de filosofia e a situação atual do time: “O Corinthians merece esse protagonismo. Jogar de maneira moderna, agressiva, igual jogam os grandes clubes do mundo. Mas isso requer tempo, é igual aprender um novo idioma. Palavras novas, frases novas, treinar o ouvido para entender o que é falado. É um processo. Está tudo dentro da conta. Estou confiante, não tem nada errado. Estou tranquilo. Estou fazendo o melhor de mim mesmo.”

 

Entre mortos, feridos, lesionados e negociados, o Timão tem algumas mudanças para o confronto deste sábado. Yony Gonzalez, lesionado, não treinou durante a semana e também não joga; Pedrinho, não entra em campo a pedido do Benfica, clube com o qual está sendo negociado; Ramiro, ao contrário de Yony, treinou durante a semana, mas ainda não está 100% recuperado do estiramento e também é desfalque; Ederson e Araos foram inscritos e poderão ser reforços.

 

(Foto por Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians)

 

Sendo assim, a provável equipe que será responsável por operar um milagre neste sábado, conta com: Cássio; Fagner, Gil, Pedro Henrique e Lucas Piton; Camacho e Cantillo; Everaldo (Mateus Vital), Luan e Janderson; Boselli.

 

A missão é árdua, a matemática luta contra, mas nós somos Corinthians e acreditamos até o fim.

 

Abençoa, São Jorge! Vai, Corinthians!

 

Por Victória Monteiro, maloqueira e sofredora, graças a Deus!

 

*O conteúdo trazido nesta coluna não reflete, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo